Coleção

População e Sustentabilidade

Organizadores

Homenageado

Eduardo Marandola Jr.
Álvaro de Oliveira D’Antona
Antonio Miguel Vieira Monteiro
Ricardo Ojima
Daniel Joseph Hogan

Mudanças climáticas e as cidades:

população, urbanização e adaptação

Organizadores

Ricardo Ojima e Eduardo Marandola Jr.

Coleção População e Sustentabilidade: Mudanças Climáticas e as Cidades

Este livro busca avançar nas dimensões humanas das mudanças ambientais globais, entre elas as mudanças no clima. Desde 2007, vivemos as consequências do 4º Relatório do IPCC com muita intensidade, o que deslocou a questão das mudanças climáticas da periferia para o centro da ciência e da política mundial. Tema de especialistas, a mudança climática global se tornou a principal bandeira/problemática de todo o esforço de discussão sobre ambiente.

R$ 77,00

veja na loja

ISBN 9788521208051
Páginas: 272
Formato: 17x24 cm
Ano de Publicação: 2013
Peso: 0.456 kg

BAIXE UMA
AMOSTRA
FOLHEIE
O LIVRO

Habitar em risco:

mobilidade e vulnerabilidade
na experiência metropolitana

Autor

Eduardo Marandola Jr.

Coleção População e Sustentabilidade: Habitar em Risco

Entender a vida nas metrópoles continua sendo um grande desafio.
Nos dias de hoje um sem-número de problemas cercam a vida das pessoas nestas aglomerações urbanas, e a casa, que antes era um refúgio para muitos, passa a ser apenas mais um dos contextos nos quais vivemos com medo. Viver na metrópole, portanto, é conviver com muitas incertezas e vulnerabilidades.

R$ 66,00

veja na loja

ISBN 9788521208471
Páginas: 248
Formato: 17x24 cm
Ano de Publicação: 2014
Peso: 0.415 kg

BAIXE UMA
AMOSTRA
FOLHEIE
O LIVRO

Em breve

População, Espaço e Ambiente:

Mudanças ambientais e caminhos
para a sustentabilidade no século XXI

Organizadores

Ricardo Ojima, Eduardo Marandola Jr., Antonio Miguel Vieira Monteiro

Reúne contribuições dos últimos dez anos de atividades do Grupo de Trabalho População, Espaço e Ambiente, da Associação Brasileira de Estudos Populacionais.

Em breve

Pós-neomalthusianismo e sustentabilidade:

a construção de uma
demografia ambiental

Autor

Daniel Joseph Hogan

Organizadores
Eduardo Marandola Jr. e Álvaro de Oliveira D’Antona

Coletânea de textos de Daniel Hogan, mostrando sua trajetória, que é a própria trajetória dos estudos ambientais e populacionais no Brasil. A reunião dos artigos permite ver a construção de uma demografia ambiental, servindo tanto para estudiosos da área quanto para os pesquisadores em meio ambiente em geral e para cursos de graduação e pós-graduação.

Em breve

Vulnerabilidades:

a multidimensionalidade dos riscos
e perigos contemporâneos

Autores

Eduardo Marandola Jr. e Daniel Joseph Hogan

O livro procura reproduzir, em sua estrutura, o devir histórico da evolução dos estudos sobre riscos, perigos e vulnerabilidade, mais ou menos acompanhando o desenvolvimento das abordagens que, a princípio, estão embebidas do contexto objetivista e comportamentalista em que frutificaram (início do século XX), passando gradativamente a incorporar outras questões e variáveis, como os fenômenos sociais e os tecnológicos.

Resenhas

Um olhar na esfera local: refletindo sobre mudanças climáticas e cidades

Obra: Ojima, Ricardo; Marandola Jr. Eduardo (org). Mudanças climáticas e as cidades: novos e antigos debates na busca da sustentabilidade urbana e social. São Paulo: Editora Blucher, 2013, 272p.

Autora

Gabriela Marques Di Giulio
Doutora em Ambiente e Sociedade pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e docente do Departamento de Saúde Ambiental da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de são Paulo (USP)

Mudanças ambientais e alterações climáticas ganham concretude na vida cotidiana dos cidadãos, com intensidade não observada anteriormente, trazendo do ponto de vista teórico e metodológico a necessidade de indagar-se sobre um conjunto de novos riscos e ameaças que podem agravar as situações adversas já existentes nos centros urbanos. O movimento de resposta a esse conjunto de riscos e ameaças parece passar por uma série de elementos que configuram os modos de vida no contemporâneo. Na esfera local, onde as populações são afetadas de forma direta e as ações de ajustamentos e adaptação precisam ser pensadas e implantadas com urgência (Serrao-Neumann et al., 2013; Kasperson et al., 2005; Ribeiro, 2010; Ferreira et al., 2012; Diling e Lemos, 2011; Lemos et al., 2012), esse movimento de resposta precisa lidar com questões-chave da governança urbana.

leia na íntegra

Cidades e Mudanças Climáticas (C3 studies): um novo campo interdisciplinar de pesquisa no Brasil

Obra: R. Ojima e E. Marandola (orgs.) Mudanças climáticas e as cidades: novos e antigos debates na busca da sustentabilidade urbana. São Paulo: Blucher, 2013. 272 p. ISBN: 978-85-212-0805-1.

Autor

Douglas Sathler
Faculdade Interdisciplinar de Humanidades-Núcleo de Geociências - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e do Mucuri (UFVJM), Diamantina, Minas Gerais, Brasil

As discussões sobre cidades e mudanças climáticas (“C3 studies”) evoluíram muito nos últimos cinco anos. Em uma perspectiva interdisciplinar e multiescalar, essa temática vem ganhando grande destaque na literatura especializada, nos círculos de discussão acadêmica, nas adminis-trações públicas e na mídia. Desde o Fifth Urban Research Symposium - 2009, rganizado pelo Banco Mundial, em Marseille (França), com o tema Cities and Climate Change: responding to an urgent agenda, ao capítulo inteiro do quinto relatório do IPCC, divulgado em 2014, dedica- do às repercussões das mudanças climáticas nas aglomerações urbanas, surgiu uma expressiva produção acadêmica na área. Cresceram e amadureceram também os arranjos institucionais e as iniciativas locais m cidades de várias partes do mundo, com maior intensidade na Europa e nos Estados Unidos.

leia na íntegra

Incertezas e inseguranças por trás do habitar metropolitano

Obra: MARANDOLA JR., Eduardo. Habitar em risco: mobilidade e vulnerabilidade na experiência metropolitana. (Coleção População e Sustentabilidade, v. 2.) São Paulo: Blucher, 2014. 248p. ISBN: 9788521208471

Autora

Valéria Amorim do Carmo
Professora do Departamento de Geografia do Instituto de Geociências da UFMG. Pesquisadora do Núcleo de Pesquisas em Geografia Humanista

Me encontro em meio a um grande desafio... ousado... arriscado. Sim, correndo risco, me sinto totalmente vulnerável diante de uma busca ontológica em plena construção e como recém-ingressada, me sinto ainda insegura neste caminhar. Venho de uma formação acadêmica bem tradicional em que reina a impessoalidade, o que sempre me causou muito incômodo. Hoje vejo que toda a trajetória que tracei dentro da universidade, de alguma maneira, foi mostrando um pouco dessa insatisfação até culminar no que venho fazendo hoje, trazendo finalmente, um pouco de mim para meu fazer geográfico. Apesar deste fazer ainda recente, não poderia me furtar do compromisso, nunca!... até por que o convite feito, me deixou muito honrada. A tarefa de resenhar cabe aos que são especialistas, por esse motivo peço licença para trazer aqui talvez não uma resenha, mas algumas das reflexões da densa obra “Habitar em risco: mobilidade e vulnerabilidade na experiência metropolitana” de Eduardo Marandola Jr. que certamente é parte importante dessa minha missão existencial.

leia na íntegra

População, ambiente e sustentabilidade – desafio
à demografia ambiental

Obra: HOGAN, D. J.; MARANDOLA JR., E.; OJIMA, R. População e ambiente: desafios à sustentabilidade. São Paulo: Blucher, 2010. 105p. (Série Sustentabilidade, v.1).

Autor

Álvaro de Oliveira D'Antona
Faculdade de Ciências Aplicadas – FCA/Unicamp. Núcleo de Estudos de População – Nepo/Unicamp

Primeiro entre os dez volumes da Série Sustentabilidade, coordenada por José Goldemberg, o livro de Hogan, Marandola Jr. e Ojima traz uma reflexão sobre a sustentabilidade a partir das relações entre população e ambiente no mundo contemporâneo. O texto conciso, sem deixar de abordar questões centrais de forma consistente, faz-se apropriado tanto aos leitores mais afeitos ao campo de População e Ambiente, quanto a um público mais amplo – o qual a Série se propõe a alcançar.

leia na íntegra

As permanências dos desafios ambientais nos espaços urbanos

Obra: OJIMA, R.; MARANDOLA JR., E. Mudanças climáticas e as cidades: novos e antigos debates na sustentabilidade urbana e social. São Paulo: Ed. Blucher, 2013. 272 p. (Coleção População e Sustentabilidade).

Autor

César Marques
Escola Nacional de Ciências Estatísticas (Ence), Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Rio de Janeiro-RJ, Brasil

O crescimento da população urbana e da importância das cidades na dinâmica social brasileira foi um dos fenômenos mais marcantes do país durante a segunda metade do século XX. São muitas as consequências desse novo padrão de uso do espaço, das quais as questões ambientais, principalmente no escopo das mudanças ambientais globais, têm recebido crescente atenção. Na discussão demográfica, duas décadas após o lançamento da obra seminal organizada por Martine (1993), os trabalhos da área de população e ambiente atualmente chegam com uma já consolidação do tema das cidades, convergindo para um debate população-urbanização-ambiente. Nessa perspectiva, as questões das ruralidades não são deixadas de lado, sendo analisadas as especificidades das diversas morfologias e relações do urbano no Brasil.

leia na íntegra