Ciências Humanas e Comunicação

Sobre o Livro

ISBN: 9788521213062
Páginas: 264
Formato: 14 x 21 cm
Ano de Publicação: 2018
Peso: 0.297 kg

Conteúdo

Apresentação

 

1. Atitude psicanalítica

Antônio Carlos Eva

 

2. Sensibilidade, vulnerabilidade e fragilidade no processo analítico: algumas considerações sobre o conceito de simetria e interpretação na obra de Bion

Arnaldo Chuster

 

3. Expansão do universo mental em vida face à morte

Antônio Muniz de Rezende

 

4. A dor psíquica na visão de Bion

Luiz Carlos Uchôa Junqueira Filho

 

5. Opinião e conveniência do analista?

Paulo Cesar Sandler

 

6. A linguagem de êxito e a importância do imaginário na prática da psicanálise e no seu desenvolvimento

Claudio Castelo Filho

 

7. Bion: o autor na obra

João Carlos Braga

 

8. Introdução às ideias de Bion

Cecil José Rezze

 

9. “. . . em uma sessão, estou interessado naquilo que não sei”

Antônio Carlos Eva

 

10. Intuição vivida ó ilusão, engano e mentiras: uma contribuição à observação psicanalítica

Deocleciano Bendocchi Alves

 

11. Os desconhecidos, dentro e fora do conhecer

João Carlos Braga

 

12. Receptividade e submissão ao infinito da experiência

Julio Frochtengarten

 

Sobre os autores

Sinopse

Este livro reúne alguns trabalhos apresentados nas Jornadas Psicanálise: Bion de 2016 e 2017, realizadas pela Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo (SBPSP). Nessas jornadas, psicanalistas apresentam suas contribuições e reflexões baseadas principalmente em experiências clínicas.

Bion sempre nos alerta para o fato de que a psicanálise tem a ver com a vida e deve servir para ampliar o contato com nossa própria realidade psíquica, fundamental para podermos nos aproximar de nossa própria intimidade e da de nossos analisandos. Nessa ótica, foram abordados temas relacionados com a experiência emocional vivida em cada sessão, o papel da dor psíquica no crescimento ou na deterioração psíquica, as características da atitude psicanalítica e a questão de como podemos lidar criativamente com a perspectiva da morte, permitindo que ela amplie nosso contato com a riqueza da vida.

Celso Antonio Vieira de Camargo

Membro efetivo da SBPSP

Ver maisVer menos

Depoimentos sobre o livro

Envie seu depoimento

Seja o primeiro a publicar um depoimento sobre o livro!