Caminhando pela Psicanálise

Myrna Pia Favilli

2021 — 1ª edição
Lançamento

R$ 70,00

Disponível em estoque

Sobre o Livro

ISBN: 9786555061871
Páginas: 260
Formato: 14 x 21 cm
Ano de Publicação: 2021
Peso: 0.295 kg

Sumário

Momentos de gratidão

Prefácio
 

Parte I. Os desafios da clínica: um analista construindo seu território

1. Um analista construindo seu itinerário

2. Psicanálise: território descoberto, território a descobrir

3. Transformações da posição do analista no setting: não estamos mais num só lugar – até onde poderemos chegar?

4. Por que Melanie Klein?
 

Parte II. Psicanálise de criança e adolescente

5. A infância roubada: uma reflexão sobre a clínica contemporânea

6. Fabrício e sua esfinge

7. Reflexões sobre o tema: técnica de psicanálise de crianças

8. Estilos, trajetórias e mudanças na psicanálise de crianças

9. A metamorfose adolescente: uma nova relação corpo-mente
 

Parte III. Trabalhos sobre formação psicanalítica

10. Memórias de formação do psicanalista: trajetória, tensões, projeto

11. História da formação de analistas na Sociedade de São Paulo a partir da experiência de Myrna Pia Favilli

12. Formação do analista
 

Parte IV. Reflexões psicanalíticas

13. Autoritarismo: fatalidade psíquica?

14. À margem de uma tradução

15. A dança da vida: algumas observações psicanalíticas sobre o filme Cisne negro


Índice remissivo

Sinopse

A autora nos oferece neste livro uma verdadeira viagem existencial e psicanalítica!

Seu campo inicial de formação é a filosofia, na sua querida Maria Antônia, então sede da FFCL-USP, que lhe ofereceu sólido terreno para reflexão e consciência política. Considera que o fundamental para um psicanalista é sua liberdade de pensamento, sua criatividade e sua capacidade de dedicação. Propõe a diversidade teórica nos institutos de formação, para dar conta da complexidade da mente humana, enfatizando a importância da intuição e do sonho para que se possa “tocar o fundo da alma”.

Partindo das lembranças infantis, ela penetra primeiramente no universo da análise de crianças, sua “porta de entrada”, após um curso de especialização em Psicologia Clínica na USP. Dedica-se às “tragédias precoces” observadas nas crianças muito comprometidas no desenvolvimento emocional. A análise de crianças e de adolescentes vai permanecer como elemento fundamental de sua identidade psicanalítica.

A autora nos mostra como a clínica ultrapassa em muito as teorias, colocando a necessidade de evitar o que chama de formatação e recomendando uma correlação possível de teorias, que se integram em sua mente de maneira pessoal e original. Ressalta a importância da dimensão temporal no processo analítico, de um término, ou seja, de uma análise que não se prolongue eternamente: "lidar com os resíduos transferenciais, criando uma originalidade de pensamento” e proporcionando “o reconhecimento de um núcleo original, próprio de cada paciente”.

Boa leitura!

Ana Maria Stucchi Vannucchi
Membro efetivo e analista didata da SBPSP

Ver maisVer menos

Depoimentos sobre o livro

Envie seu depoimento

Seja o primeiro a publicar um depoimento sobre o livro!