Design Ergonômico de Instrumentos Manuais

Metodologias de Desenvolvimento, Avaliação e Análise do Produto

Luis Carlos Paschoarelli

2011 — 1ª edição

Estoque esgotado

Fora de Catálogo

Sobre o Livro

ISBN: 9788580390469
Páginas: 148
Formato: 20,5x28 cm
Ano de Publicação: 2011
Peso: 0.415 kg

Conteúdo

1 INTRODUÇÃO
1.1 Usabilidade de Produtos Manuais: a Interação Entre Ergonomia e Design Industrial
1.1.1 Usabilidade
1.1.2 Ergonomia
1.1.3 Design Industrial
1.2 Metodologias de Design Ergonômico

2 REVISÃO BIBLIOGRÁFICA
2.1 Ultra-sonografia
2.1.1 Conceituação e Histórico
2.1.2 Ultra-sonografia de mama
2.1.3 Atividades ocupacionais na ultra-sonografia de mama
2.1.3.1 Análise da tarefa
2.1.3.2 Análise da atividade de trabalho
2.1.4 Problemas decorrentes das atividades ocupacionais dos médicos ultra-sonografistas
2.2 Aspectos Biomecânicos
2.2.1 Postura em faixas de amplitude segura e crítica
2.2.1.1 Faixa de amplitude segura para movimentos de flexão do punho
2.2.1.2 Faixa de amplitude segura para movimentos de extensão do punho
2.2.1.3 Faixa de amplitude segura para movimentos em desvio radial
2.2.1.4 Faixa de amplitude segura para movimentos em desvio ulnar
2.2.1.5 Faixa de amplitude segura para movimentos em supinação
2.2.1.6 Faixa de amplitude segura para movimentos em pronação
2.2.1.7 Síntese das faixas de amplitudes segura e críticas dos movimentos do punho e antebraço
2.2.2 Pressão exercida na interface entre mão e dispositivo manual
2.3 Aspectos de Percepção
2.4 Micro-Macro Estrutura de Pesquisa
2.4.1 Justificativas
2.4.2 Questão da Pesquisa
2.4.3 Hipótese
2.4.4 Objetivos
2.4.5 Tipos/Técnicas de pesquisa
2.4.6 Estrutura da pesquisa

3 MATERIAIS E MÉTODOS
3.1 Primeira Experimentação - Materiais e Métodos
3.1.1 Sujeitos
3.1.1.1 Critérios de inclusão
3.1.1.2 Caracterização dos sujeitos
3.1.2 Materiais
3.1.2.1 Simulador do equipamento de ultra-sonografia
3.1.2.2 Transdutores lineares para ultra-sonografia de mama
3.1.2.3 Dispositivos de coleta, registro e análise de dados
3.1.2.3.1 DataLINK
3.1.2.3.2 Eletrogoniômetros
3.1.2.4 Aplicativo com os procedimentos
3.1.2.5 Demais equipamentos
3.1.3 Procedimentos
3.1.3.1 Preparação do sujeito
3.1.3.2 Simulação da atividade
3.1.3.3 Procedimentos para a análise dos dados
3.1.3.3.1 Análise dos movimentos
3.1.3.3.2 Análise estatística
3.2 Design Ergonômico - Materiais e Métodos
3.2.1 Análise e conceituação do problema
3.2.2 Geração e análise de alternativas
3.2.2.1 Processo conceitualista (geração de conceitos)
3.2.2.2 Processo de desenvolvimento (geração de desenhos)
3.2.3 Aperfeiçoamento final da alternativa
3.2.3.1 Especificação dimensional do produto
3.2.3.2 Modelagem virtual
3.2.3.3 Modelagem física
3.3 Segunda Experimentação - Materiais e Métodos
3.3.1 Sujeitos
3.3.1.1 Critérios de inclusão
3.3.1.2 Caracterização dos sujeitos
3.3.2 Materiais
3.3.2.1 Simulador do equipamento de ultra-sonografia
3.3.2.2 Transdutores lineares para ultra-sonografia de mama
3.3.2.3 Dispositivos de coleta, registro e análise de dados
3.3.2.3.1 DataLINK
3.3.2.3.2 Sensores de carga FSRs
3.3.2.4 Aplicativo com os procedimentos
3.3.2.5 Demais equipamentos
3.3.3 Procedimentos
3.3.3.1 Preparação do sujeito
3.3.3.2 Simulação da atividade
3.3.3.3 Procedimentos para a análise dos dados
3.3.3.3.1 Análise dos movimentos e cargas
3.3.3.3.2 Análise estatística
3.4 Design Ergonômico/Revisão Projetual - Materiais e Métodos
3.4.1 Geração e análise de alternativas/processo de desenvolvimento
3.4.2 Aperfeiçoamento final das alternativas
3.4.2.1 Especificação dimensional do produto
3.4.2.2 Modelagem virtual
3.4.2.3 Modelagem física
3.5 Terceira Experimentação - Materiais e Métodos
3.5.1 Sujeitos
3.5.1.1 Critérios de inclusão
3.5.1.2 Caracterização dos sujeitos
3.5.2 Materiais
3.5.2.1 Transdutores lineares para ultra-sonografia de mama
3.5.3 Procedimentos
3.6 Quarta Experimentação/Avaliação Subjetiva - Materiais e Métodos
3.6.1 Sujeitos - critérios de inclusão e caracterização
3.6.2 Materiais
3.6.3 Procedimentos
3.6.4 Procedimentos para a análise dos dados
3.6.4.1 Análise dos níveis de percepção
3.6.4.2 Análise estatística

4 RESULTADOS E DISCUSSÃO
4.1 Resultados e Discussão da Primeira Experimentação
4.1.1 Amplitudes médias e máximas de movimento
4.1.2 Porcentagem de tempo em faixas de amplitude
4.1.3 Discussão das amplitudes médias e porcentagem tempo em faixas de amplitude
4.2 Resultados e Discussão do Design Ergonômico
4.2.1 Discussão do design ergonômico
4.3 Resultados e Discussão da Segunda Experimentação
4.3.1 Amplitudes médias e máximas de movimento
4.3.2 Porcentagem de tempo em faixas de amplitude segura e crítica
4.3.3 Médias de carga nos diferentes sensores FSRs
4.3.4 Discussão das amplitudes médias, porcentagem de tempo em faixas de amplitude segura e crítica e médias de carga nos diferentes sensores FSRs
4.4 Resultados e Discussão do Design Ergonômico/Revisão Projetual
4.4.1 Discussão do design ergonômico/revisão projetual
4.5 Resultados e Discussão da Terceira Experimentação
4.5.1 Amplitudes médias e máximas de movimento
4.5.2 Porcentagem de tempo em faixas de amplitude segura e crítica
4.5.3 Médias de carga nos diferentes sensores FSRs
4.5.4 Discussão das amplitudes médias, porcentagem de tempo em faixas de amplitude segura e crítica, e médias de carga nos diferentes sensores FSRs
4.6 Resultados da Quarta Experimentação/Avaliação Subjetiva
4.6.1 Valores médios do nível de desconforto
4.6.2 Valores médios do nível de agradabilidade
4.6.3 Discussão dos resultados da avaliação subjetiva

5 CONCLUSÃO

6 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

7 APÊNDICES

8 ANEXOS

9 GLOSSÁRIO
 

Sinopse

A usabilidade é um dos principais aspectos ergonômicos na interface mão / instrumentos manuais e a não observação deste aspecto pode gerar desconforto e constrangimentos. O design ergonômico de instrumentos manuais deve seguir métodos de desenvolvimento, avaliação e análise, objetivando maximizar a usabilidade da interface. O presente estudo baseou-se em avaliações fisiológicas (cinesiologia e pressão palmar) e subjetiva (percepção), aplicadas durante o redesenho de transdutores de ultra-sonografia. As fases experimentais foram: avaliação fisiológica na simulação da atividade com transdutores; desenho do produto com aplicação dos critérios ergonômicos; avaliação fisiológica na simulação da atividade com mock-ups e transdutores; revisão projetual e desenvolvimento de novos mock-ups; nova avaliação fisiológica com novos mock-ups e transdutores; e avaliação subjetiva final. Tais procedimentos caracterizaram um método de desenvolvimento, avaliação e analise de instrumentos manuais, expressivo às metodologias do design ergonômico. Este estudo obteve o 2º lugar no III Prêmio Werner von Siemens de Inovação Tecnológica - Categoria Ciência e Tecnologia Modalidade Saúde.

Ver maisVer menos

Depoimentos sobre o livro

Envie seu depoimento

Seja o primeiro a publicar um depoimento sobre o livro!