Gams - Sistema Geral de Modelagem Algébrica

Anthony Brooke

1997 — 1ª edição

Estoque esgotado

Fora de Catálogo

Sobre o Livro

ISBN: 8521201338
Páginas: 296
Formato: 17x24 cm
Ano de Publicação: 1997
Peso: 0.518 kg

Conteúdo

CONTEÚDO
PREFÁCIO À EDIÇÃO BRASILEIRA
PREFÁCIO

PARTE I - Introdução

1 - INTRODUÇÃO
1.1. MOTIVAÇÃO
1.2. CARACTERÍSTICAS BÁSICAS DE GAMS
(a) Princípios Gerais
(b) Documentação 
(c) Portabilidade
(d) A interface com o usuário
(e) A Biblioteca de Modelos
1.3. ORGANIZAÇÃO DO LIVRO 
1.4. PREPARANDO-SE PARA COMEÇAR

2 - UM TUTORIAL GAMS
2.1. INTRODUÇÃO
2.2. A ESTRUTURA DE UM MODELO GAMS
2.3. CONJUNTOS
2.4. DADOS
(a) Entrada de dados por meio de listas
(b) Entrada de dados por meio de tabelas
(c) Entrada de dados por meio de atribuição direta. . . .
2.5. VARIÁVEIS
2.6. EQUAÇÕES
(a) Declaração de equações
(b) A notação de soma e produto em GAMS
(c) Definição de equações 
2.7. FUNÇÃO OBJETIVO 
2.8. OS ENUNCIADOS DO TIPO MODEL e SOLVE
2.9. OS ENUNCIADOS DO TIPO DISPLAY
2.10 A BASE DE DADOS ".LO, .L, .UP, .M"
(a) Atribuição do limite de variáveis e/ou valores iniciais
(b) Transformação e display dos valores ótimos
2.11. SAÍDA DO PROGRAMA GAMS
(a) Impressão de echo
(b) Mensagens de erro
(c) Mapas de referência
(d) Listagens de equações
(e) Estatísticas do modelo
(f) Relatórios de status
(g) Relatórios de solução
2.12. CONCLUSÕES

PARTE II - A Linguagem

3 - PROGRAMAS GAMS
3.1. A ESTRUTURA DOS PROGRAMAS GAMS
3.2. ORGANIZAÇÃO DOS PROGRAMAS GAMS
3.3. DEFINIÇÕES E TIPOS DE DADOS
3.4ÍTENS DE LINGUAGEM 
(a) Caracteres
(b) Palavras Reservadas e Tokens
(c) Identificadores 
(d)Rótulos
(e) Texto 
(f) Números
(g) Delimitadores
(h) Comentários 
3.6 SUMÁRIO

4 - DEFINIÇÕES DE CONJUNTOS
4.1. CONJUNTOS SIMPLES
4.2. O ENUNCIADO ALIAS: NOMES MÚLTIPLOS PARA CONJUNTOS 
4.3. SUBCONJUNTOS E VERIFICAÇÃO DE DOMÍNIO
4.4. CONJUNTOS MULTIDIMENSIONAIS E FUNÇÕES
4.5. SUMÁRIO

5 - ENTRADA DE DADOS: PARÂMETROS, ESCALARES & TABELAS
5.1. PARÂMETROS
5.2. ESCALARES 
5.3. TABELAS SIMPLES
5.4. TABELAS CONTINUADAS
5.5. TABELAS COM MAIS DE DUAS DIMENSÕES ´.
5.6. RELATOS DE ERROS DURANTE A COMPILAÇÃO
5.7. ENUNCIADOS DO TIPO PARAMETER E TABLE QUE NÃO POSSUEM. 
VERIFICAÇÃO DE DOMÍNIO
5.8. CONCLUSÕES

6 - MANIPULAÇÃO DE DADOS COM PARÂMETROS
6.1. O ENUNCIADO DE ATRIBUIÇÃO
6.2. O ENUNCIADO DISPLAY
6.3. EXPRESSÕES SIMPLES
(a) Operações aritméticas padrão 
(b) Operações Indexadas 
(c) Funções
(d) Aritmética Estendida e Tratamento de Erros
6. 4TRATAMENTO DE EXCEÇÕES
(a) Operadores Relacionais
(b) O Operador Dólar
6.5. INTEGRIDADE DE DADOS E ENUNCIADO ABORT
6.6. UM EXEMPLO FINAL
6.7. CONCLUSÃO

7 - VARIÁVEIS
7.1. DECLARAÇÃO DE VARIÁVEIS
7.2. LIMITES EM VARIÁVEIS
7.3. VARIÁVEIS EM DISPLAY E ENUNCIADOS DE ATRIBUIÇÃO
7.3. SUMÁRIO

8 - EQUAÇÕES
8.1. DECLARAÇÃO DE EQUAÇÕES
8.2. DEFINIÇÕES SIMPLES DE EQUAÇÕES
8.3. DEFINIÇÕES DE EQUAÇÕES INDEXADAS
8.4. FUNÇÕES E OPERADORES ARITMÉTICOS UTILIZADOS EM DEFINI­ÇÕES DE EQUAÇÕES
8.5. OPERAÇÕES DÓLAR EM DEFINIÇÕES DE EQUAÇÕES
(a) Controle das operações de índice pelo Dólar
(b) Operadores Dólar internos à Álgebra
(c) O Controle do Domínio de Definição de uma Equação pelo 
operador Dólar
8.6. ASPECTOS DO TRATAMENTO DE DADOS NAS EQUAÇÕES
8.7. SUMÁRIO

9 - ENUNCIADOS TIPO MODEL & SOLVE
9.1. O ENUNCIADO TIPO MODEL
9.2. CLASSIFICAÇÃO DE MODELOS 
9.3. O ENUNCIADO SOLVE
9.4. PROGRAMAS COM VÁRIOS ENUNCIADOS DO TIPO SOLVE
(a) Vários Modelos
(b) Análise de Casos e Sensibilidade, e Relatórios
(c) Implementação Iterativa de Algoritmos Não-standard
9.5. OPÇÕES USADAS COM ENUNCIADOS SOLVE
(a)Detalhe de Controle de Saída
(b) Controle dos Recursos do Computador Usado pelo Solver
(c) Controle de Ações tomadas pelo Solver
(d) O Controle pelo qual o Solver é Usado
9.6 TORNANDO NOVOS SOLVERS COMPATÍVEIS COM GAMS

10 - SAÍDA GAMS
10.1SAÍDA DE COMPILAÇÃO 
(a). Impressão de Echo do Arquivo de Entrada
(b) Mapas produzidos
(c). Diretivas Usuais de Controle tipo Dólar 
10.2. SAÍDA NA EXECUÇÃO
10.3. SAÍDA PRODUZIDA POR UM ENUNCIADO DO TIPO SOLVE
(a) A Listagem da Equação
(b) A Listagem das Colunas
(c) Estatísticas do Modelo
(d) O Sumário do Solve
(e) A Listagem da Solução
10.4. RELATÓRIO DE ERROS
(a) Erros de Compilação
(b) Erros de Execução
(c) Erros de Solve
10.5. CONCLUSÃO

11 - CONJUNTOS DINÂMICOS
11. 1CONJUNTOS ESTÁTICOS E DINÂMICOS
11. 2ATRIBUIÇÕES DE CONJUNTOS 
11. 3OPERAÇÕES DE CONJUNTOS: UNIÕES, INTERSECÇÕES E COMPLEMENTOS
11. 4VERIFICAÇÃO DE DOMÍNIOS COM CONJUNTOS DINÂMICOS

12 - CONJUNTOS COMO SEQUÊNCIAS: MODELOS DINÂMICOS
12.1. CONJUNTOS ORDENADOS E NÃO ORDENADOS
12.2. ORD E CARD
12.3. OPERAÇÕES DE AVANÇO E RETROCESSO 
(a) Atribuições de Avanços e Retrocessos 
(b) Avanço e Retrocesso em Equações
12.4. O ENUNCIADO LOOP
12.5. CONCLUSÃO

PARTE III - Tópicos especiais

13 - O ENUNCIADO DISPLAY       
13.1. A ORDEM DOS RÓTULOS EM DISPLAYS
13.2. ENUNCIADOS DE OPÇÕES QUE CONTROLAM DISPLAYS
13.3. EXPORTAÇÃO DE DADOS PARA OUTROS PROGRAMAS

14 - SALVANDO E RECOMEÇANDO: O ARQUIVO DE TRABALHO
14.1. O CONCEITO DE ARQUIVO DE TRABALHO
14.2. SALVANDO OS ARQUIVOS DE TRABALHO
14.3. REINICIANDO
14.4. MANEIRAS DE APROVEITAR OS ARQUIVOS DE TRABALHO 
(a) Programa de Desenvolvimento Incremental 
(b) Lidando com Sequências de Solves Difíceis
(c) Cenários múltiplos
14.5. SUMÁRIO

15 - PROGRAMAÇÃO NÃO-LINEAR
15.1. ASPECTOS GERAIS DE PROGRAMAÇÃO NÃO-LINEAR
(a) Valores Iniciais
(b) Limites
(c) Escalonamento
(d) Reformulação da Função Objetivo
(e) Derivadas Descontínuas e Ótimos Múltiplos
15.2. ASPECTOS PARTICULARES A RESPEITO DE GAMS/MINOS
(a) O Sumário do Solve GAMS/MINOS
(b) Confronto com a não Viabilidade não-linear
(c) O Sumário da Tela
(d) Desconsiderando a Base
(e) O Uso dos Arquivos de Opções GAMS/MINOS

Sinopse

GAMS (Sistema Geral de Modelagem Algébrica) é uma linguagem de alto nível para a formulação de modelos de Pesquisa Operacional. GAMS foi desenvolvido pelo Banco Mundial como uma ferramenta para facilitar o trabalho de modelagem, possibilitando uma descrição clara, correta, concisa e intuitiva.

GAMS é hoje a ferramenta específica de Pesquisa Operacional mais difundida em todo o mundo, suportando um grande número de algoritmos resolventes para Programação Matemática. Dois destes "solvers "MINOS (para Programação Linear e Não-Linear) e ZOOM (para Programação Inteira) são estudados em detalhe, sempre buscando clareza e eficiência de modelagem.

Exemplos de problemas reais nas áreas de Administração, Agro-Indústria, Comunicações, Desenvolvimento, Ecologia, Economia, Energia, Engenharia, Estatística, Finanças, Matemática, Nutrição, Planejamento e Política de Comércio, Militar, de Transporte, Tributária e Urbana, complementam a obra.

Ver maisVer menos

Depoimentos sobre o livro

Envie seu depoimento

Seja o primeiro a publicar um depoimento sobre o livro!