Gerenciamento de Projetos

Uma Abordagem Sistêmica para Planejamento, Programação e Controle

Harold Kerzner

2015 — 2ª edição
Mais vendido

R$ 215,00

Disponível em estoque

Sobre o Livro

ISBN: 9788521208419
Páginas: 782
Formato: 22x28 cm
Ano de Publicação: 2015
Peso: 2.060 kg

Conteúdo

1 VISÃO GERAL
1.0 Introdução
1.1 Entendimento do Gerenciamento de Projetos
1.2 Definição de Sucesso do Projeto
1.3 Sucesso, Compensações e Restrições Concorrentes
1.4 A Interface entre o Gerente de Projetos e o Gerente de Linha
1.5 Definição do Papel do Gerente de Projetos
1.6 Definição do Papel do Gerente Funcional
1.7 Definição do Papel do Colaborador Funcional
1.8 Definição do Papel do Executivo
1.9 Como Trabalhar com Executivos
1.10 Governança/Patrocínio por Comitês
1.11 O Gerente de Projetos como Agente de Planejamento
1.12 Campeões do Projeto
1.13 O Lado Negativo do Gerenciamento de Projetos
1.14 Organizações Orientadas a Projetos e Organizações Não Orientadas a Projetos
1.15 O Marketing nas Organizações Orientadas a Projetos
1.16 Classificação de Projetos
1.17 A Posição do Gerente de Projetos
1.18 Diferentes Visões sobre Gerenciamento de Projetos
1.19 Gerenciamento de Projetos no Setor Público
1.20 Gerenciamento de Projetos Internacionais
1.21 Engenharia Simultânea: Uma Abordagem de Gerenciamento de Projetos
1.22 Valor Agregado
1.23 Dicas de Estudo para o Exame de Certificação em Gerenciamento de Projetos PMI®
Exercícios
Estudo de Caso Williams Machine Tool Company

2 CRESCIMENTO DO GERENCIAMENTO DE PROJETOS: CONCEITOS E DEFINIÇÕES
2.0 Introdução
2.1 Administração Geral dos Sistemas
2.2 Gerenciamento de Projetos: 1945-1960
2.3 Gerenciamento de Projetos: 1960-1985
2.4 Gerenciamento de Projetos: 1985-2012
2.5 Resistência a Mudanças
2.6 Sistemas, Programas e Projetos: Uma Definição
2.7 Gerenciamento de Produtos versus Gerenciamento de Projetos: Uma Definição
2.8 Maturidade e Excelência: Uma Definição
2.9 Gerenciamento de Projetos Informal: Uma Definição
2.10 As Várias Faces do Sucesso
2.11 As Várias Faces do Fracasso
2.12 O Processo Stage-Gate
2.13 Ciclos de Vida do Projeto
2.14 Reuniões de Gate Review (Encerramento do Projeto)
2.15 Gerenciamento de Engajamento
2.16 Metodologias de Gerenciamento de Projetos: Uma Definição
2.17 Metodologias Empresariais de Gerenciamento de Projetos
2.18 As Metodologias Podem Falhar
2.19 O Gerenciamento de Mudanças Organizacionais e as Culturas Corporativas
2.20 Propriedade Intelectual em Gerenciamento de Projetos
2.21 Pensamento Sistêmico
2.22 Dicas de Estudo para o Exame de Certificação em Gerenciamento de Projetos PMI®
Exercícios
Estudo de Caso Criando uma Metodologia

3 ESTRUTURAS ORGANIZACIONAIS
3.0 Introdução
3.1 Fluxo Organizacional de Trabalho
3.2 Organização Tradicional (Clássica)
3.3 Desenvolvimento de Posições de Integração no Trabalho
3.4 Organização Linha-Staff (Coordenador de Projetos)
3.5 Organização por Produtos (Projetizada)
3.6 Modelo Organizacional Matricial
3.7 Modificação das Estruturas Matriciais
3.8 As Matrizes Forte, Fraca e Balanceada
3.9 Centro de Competências em Gerenciamento de Projetos
3.10 Sobreposição Matricial
3.11 Seleção do Modelo Organizacional
3.12 A Estruturação da Pequena Empresa
3.13 Gerenciamento de Projetos por Unidades Estratégicas de Negócios (UEN)
3.14 Gestão de Transição
3.15 Obstáculos para Implementar Gerenciamento de Projetos em Mercados Emergentes
3.16 Sete Falácias que Atrasam a Maturidade do Gerenciamento de Projetos
3.17 Dicas de Estudo para o Exame de Certificação em Gerenciamento de Projetos PMI® 
Exercícios 
Estudos de Caso Jones and Shephard Accountants, Inc., Coronado Communications

4 ORGANIZAÇÃO E SELEÇÃO DE PESSOAL PARA O ESCRITÓRIO DE PROJETOS E EQUIPE
4.0 Introdução
4.1 O Ambiente de Seleção de Pessoal
4.2 Seleção do Gerente de Projetos: Uma Decisão Executiva
4.3 Requisitos Organizacionais e Comportamentais da Empresa para Gerentes de Programas e de Projetos
4.4 Situações Especiais Durante a Seleção do Gerente de Projetos
4.5 A Seleção do Gerente de Projetos Errado
4.6 Gerentes de Projetos da Próxima Geração
4.7 Deveres e Descrições de Trabalho
4.8 O Processo Organizacional de Seleção de Pessoal
4.9 O Escritório de Projetos
4.10 A Equipe Funcional
4.11 O Organograma do Projeto
4.12 Problemas Especiais
4.13 Seleção da Equipe de Implementação do Gerenciamento de Projetos
4.14 Erros Cometidos por Gerentes de Projetos Inexperientes
4.15 Dicas de Estudo para o Exame de Certificação em Gerenciamento de Projetos PMI®
Exercícios

5 FUNÇÕES DE GESTÃO
5.0 Introdução
5.1 Controle
5.2 Direção
5.3 Autoridade do Projeto
5.4 Influências Interpessoais
5.5 Barreiras ao Desenvolvimento da Equipe do Projeto
5.6 Sugestões para Lidar com a Equipe Recém-Formada
5.7 A Construção da Equipe como um Processo Contínuo
5.8 As Disfunções de uma Equipe
5.9 A Liderança em um Ambiente de Projetos
5.10 A Liderança no Ciclo de Vida
5.11 Liderança em Projetos Baseada em Valor
5.12 O Impacto Organizacional
5.13 Os Problemas entre o Colaborador e o Gerente
5.14 As Armadilhas de Gestão
5.15 As Comunicações
5.16 As Reuniões de Avaliação do Projeto
5.17 Os Gargalos do Gerenciamento de Projetos
5.18 Habilidades Transversais
5.19 Escuta Ativa
5.20 Resolução de Problemas em Projetos
5.21 Brainstorming
5.22 Tomada de Decisão em Projetos
5.23 Prevendo o Resultado de uma Decisão
5.24 Facilitação
5.25 Lidando com Dinâmicas de Equipe Negativas
5.26 As Armadilhas de Comunicação
5.27 Provérbios e Leis
5.28 Educação do Comportamento Humano
5.29 Políticas e Procedimentos de Gestão
5.30 Dicas de Estudo para o Exame de Certificação em Gerenciamento de Projetos PMI®
Exercícios
Estudos de Caso O Projeto Trophy, McRoy Aerospace, O Funcionário Ruim, A Prima-Dona, A Reunião de Equipe, Eficácia da Liderança (A), Eficácia da Liderança (B), Questionário Motivacional

6 ADMINISTRAÇÃO DO SEU TEMPO E ESTRESSE
6.0 Introdução 
6.1 Entendimento da Administração do Tempo 
6.2 Ladrões de Tempo 
6.3 Formulários para Administração do Tempo 
6.4 Administração Eficaz do Tempo 
6.5 Estresse e Esgotamento 
6.6 Dicas de Estudo para o Exame de Certificação em Gerenciamento de Projetos PMI® 
Exercícios 
Estudo de Caso Os Trabalhadores Relutantes

7 CONFLITOS
7.0 Introdução 
7.1 Objetivos 
7.2 O Ambiente de Conflito 
7.3 Tipos de Conflitos 
7.4 Resolução de Conflitos 
7.5 Entendimento dos Conflitos de Origem Superior, Subordinada e Funcional 
7.6 O Gerenciamento de Conflitos 
7.7 Métodos de Resolução de Conflitos 
7.8 Dicas de Estudo para o Exame de Certificação em Gerenciamento de Projetos PMI®
Exercícios
Estudos de Caso Programação das Instalações na Mayer Manufacturing, Telestar International, Tratamento de Conflitos no Gerenciamento de Projetos

8 TÓPICOS ESPECIAIS
8.0 Introdução 
8.1 Medição do Desempenho 
8.2 Compensação Financeira e Recompensas 
8.3 Questões Críticas sobre a Recompensa às Equipes de Projetos 
8.4 Gerenciamento de Projetos Eficaz na Organização de Pequeno Porte 
8.5 Megaprojetos 
8.6 Moralidade, Ética e Cultura Corporativa 
8.7 Responsabilidades Profissionais 
8.8 Parcerias Internas 
8.9 Parcerias Externas 
8.10 Treinamento e Capacitação 
8.11 Equipes Integradas de Produto/Projeto 
8.12 Equipes Virtuais de Projetos 
8.13 Projetos de Avanço 
8.14 Gerenciando Projetos de Inovação 
8.15 Gerenciamento Ágil de Projetos 
8.16 Dicas de Estudo para o Exame de Certificação em Gerenciamento de Projetos PMI®
Exercícios 
Estudo de Caso Isso é Fraude? 

9 AS VARIÁVEIS PARA O SUCESSO 
9.0 Introdução 
9.1 Como Prever o Sucesso do Projeto 
9.2 A Eficácia no Gerenciamento de Projetos 
9.3 Expectativas 
9.4 Lições Aprendidas 
9.5 Entendimento das Melhores Práticas 
9.6 Melhores Práticas versus Práticas Comprovadas 
9.7 Dicas de Estudo para o Exame de Certificação em Gerenciamento de Projetos PMI® 
Exercícios 
Estudo de Caso Radiance International
 
10 COMO TRABALHAR COM EXECUTIVOS 
10.0 Introdução 
10.1 O Patrocinador do Projeto 
10.2 Como Lidar com as Discordâncias com o Patrocinador 
10.3 A Crença Coletiva 
10.4 O Campeão de Saída 
10.5 Os Representantes Internos 
10.6 Gerenciamento do Relacionamento com as Partes Interessadas
10.7 Política 
10.8 Dicas de Estudo para o Exame de Certificação em Gerenciamento de Projetos PMI® 
Exercícios 
Estudos de Caso Corwin Corporation, Priorização de Projetos, O Patrocinador Irresponsável, Vendendo Executivos no Gerenciamento de Projetos

11 PLANEJAMENTO
11.0 Introdução
11.1 Validação das Premissas
11.2 Validando os Objetivos
11.3 Planejamento Geral
11.4 Fases do Ciclo de Vida
11.5 Elaboração de Propostas
11.6 Reuniões de Kickoff
11.7 Entendimento dos Papéis dos Participantes
11.8 Planejamento do Projeto
11.9 A Declaração do Trabalho
11.10 As Especificações do Projeto
11.11 Cronogramas de Marcos
11.12 A Estrutura Analítica do Projeto
11.13 Problemas na Decomposição da EAP
11.14 Dicionário de Estrutura Analítica do Projeto
11.15 O Papel dos Executivos na Seleção de Projetos
11.16 O Papel dos Executivos no Planejamento
11.17 O Ciclo de Planejamento
11.18 Autorização de Planejamento do Trabalho
11.19 Por que os Planos Fracassam? 
11.20 Interrupção de Projetos 
11.21 Como Lidar com Finalizações e Transferências de Projetos
11.22 Cronogramas e Gráficos Detalhados
11.23 A Programação Mestre de Produção
11.24 O Plano do Projeto
11.25 Planejamento Total do Projeto 
11.26 O Termo de Abertura do Projeto 
11.27 Linhas de Base do Projeto 
11.28 Verificação e Validação
11.29 Matriz de Rastreabilidade de Requisitos 
11.30 Controle de Gestão 
11.31 A Interface entre o Gerente de Projetos e o Gerente de Linha 
11.32 Paralelismo 
11.33 Gerenciamento de Configuração 
11.34 Metodologias de Gerenciamento de Projetos da Empresa 
11.35 Auditorias de Projetos 
11.36 Dicas de Estudo para o Exame de Certificação em Gerenciamento de Projetos PMI® 
Exercícios 

12 TÉCNICAS DE PROGRAMAÇÃO DE REDE 
12.0 Introdução
12.1 Fundamentos de Rede 
12.2 Técnica de Avaliação e Revisão Gráfica (GERT) 
12.3 Dependências 
12.4 Tempo de Folga 
12.5 Replanejamento da Rede 
12.6 Estimativa do Tempo da Atividade
12.7 Estimativa do Tempo Total do Projeto 
12.8 Planejamento do PERT/CPM Total
12.9 Compressão dos Tempos 
12.10 Áreas Problemáticas no PERT/CPM
12.11 Modelos PERT/CPM Alternativos
12.12 Redes de Precedência 
12.13 Espera 
12.14 Problemas de Programação 
12.15 Os Mitos da Compressão do Cronograma 
12.16 Entendimento do Software de Gerenciamento de Projetos
12.17 Características de Software Oferecidas 
12.18 Classificação de Software 
12.19 Problemas de Implementação 
12.20 Corrente Crítica 
12.21 Dicas de Estudo para o Exame de Certificação em Gerenciamento de Projetos PMI®
Exercícios 
Estudos de Caso Crosby Manufacturing Corporation, O Patrocinador Invísível

13 GRÁFICOS DO PROJETO
13.0 Introdução
13.1 Relatório para o Cliente 
13.2 Gráfico de Barras (Gantt) 
13.3 Outras Técnicas Convencionais de Apresentação
13.4 Redes e Diagramas Lógicos
13.5 Dicas de Estudo para o Exame de Certificação em Gerenciamento de Projetos PMI®
Exercícios

14 DEFINIÇÃO DE PREÇOS E ESTIMATIVAS 
14.0 Introdução
14.1 Estratégias Globais de Precificação 
14.2 Tipos de Estimativas 
14.3 Processo de Precificação
14.4 Requisitos de Colaboração Organizacional 
14.5 Distribuições de Mão de Obra 
14.6 Taxas de Overhead 
14.7 Custos de Materiais e de Apoio 
14.8 Precificação do Trabalho 
14.9 Suavização da Curva de Homens-Horas do Departamento
14.10 O Procedimento de Revisão da Precificação
14.11 Processo Sistêmico de Precificação
14.12 Desenvolvimento dos Custos de Apoio/Reserva
14.13 O Dilema da Oferta Baixa
14.14 Problemas Específicos
14.15 Armadilhas do Processo de Estimativa
14.16 Como Estimar Projetos de Alto Risco
14.17 Riscos do Projeto
14.18 O Desastre da Aplicação da “Solução 10%" nas Estimativas do Projeto
14.19 O Custo do Ciclo de Vida (LCC)
14.20 Apoio Logístico
14.21 Critérios Econômicos de Seleção de Projetos: Orçamento de Capital
14.22 Período de Payback
14.23 O Valor do Dinheiro no Tempo 
14.24 Valor Presente Líquido (VPL) 
14.25 Taxa Interna de Retorno (TIR) 
14.26 Comparação entre TIR, VPL e Payback 
14.27 Análise de Riscos 
14.28 Racionamento de Capital 
14.29 Financiamento de Projetos 
14.30 Dicas de Estudo para o Exame de Certificação em Gerenciamento de Projetos PMI® 
Exercícios 
Estudo de Caso O Problema de Estimativa

15 CONTROLE DOS CUSTOS 
15.0 Introdução 
15.1 Compreensão de Controle
15.2 O Ciclo Operacional
15.3 Códigos de Contas de Custos
15.4 Orçamentos
15.5 O Sistema de Medição do Valor Agregado (EVMS) 
15.6 Variação e Valor Agregado
15.7 A Linha de Base dos Custos 
15.8 Como Justificar os Custos 
15.9 O Dilema dos Sobrecustos 
15.10 Registro dos Custos de Materiais Utilizando a Medição do Valor Agregado
15.11 O Critério da Contabilidade de Materiais
15.12 Variações de Materiais: Preço e Quantidade
15.13 Variações Resumidas
15.14 Relatório de Andamento 
15.15 Problemas de Controle de Custos
15.16 Sistemas de Informação de Gerenciamento de Projetos 
15.17 Sistemas de Gestão Empresarial
15.18 Métricas do Projeto 
15.19 Indicadores-Chave de Desempenho 
15.20 Métricas Baseadas em Valor 
15.21 Dashboards e Scorecards 
15.22 Business Intelligence 
15.23 Infográficos 
15.24 Dicas de Estudo para o Exame de Certificação em Gerenciamento de Projetos PMI®
Exercícios 
Estudos de Caso O Período na “Geladeira”, Franklin Electronics, Problemas no Paraíso

16 ANÁLISE DE COMPENSAÇÕES EM UM AMBIENTE DE PROJETO
16.0 Introdução
16.1 Metodologia para Análise de Compensações
16.2 Os Contratos e Suas Influências em Projetos
16.3 Preferências de Compensações nos Setores
16.4 Conclusão
16.5 Dicas de Estudo para o Exame de Certificação em Gerenciamento de Projetos PMI®

17 GERENCIAMENTO DE RISCOS
17.0 Introdução
17.1 Definição de Risco
17.2 Tolerância aos Riscos
17.3 Definição de Gerenciamento de Riscos
17.4 Certeza, Risco e Incerteza
17.5 Processos de Gerenciamento dos Riscos
17.6 Planejar o Gerenciamento dos Riscos (11.1)
17.7 Identificação dos Riscos (11.2)
17.8 Análise de Riscos (11.3, 11.4) 
17.9 Análise Qualitativa de Riscos (11.3)
17.10 Análise Quantitativa de Riscos (11.4)
17.11 Distribuições de Probabilidade e o Processo de Monte Carlo
17.12 Planejar Respostas aos Riscos (11.5)
17.13 Monitorar e Controlar os Riscos (11.6)
17.14 Algumas Considerações sobre Implementação 
17.15 A Utilização das Lições Aprendidas
17.16 Dependências entre os Riscos 
17.17 O Impacto das Medidas de Tratamento de Riscos
17.18 Os Riscos e a Engenharia Simultânea
17.19 Dicas de Estudo para o Exame de Certificação em Gerenciamento de Projetos PMI®
Exercícios 
Estudos de Caso Teloxy Engineering (A), Teloxy Engineering (B), O Departamento de Gerenciamento de Risco

18 CURVAS DE APRENDIZAGEM
18.0 Introdução
18.1 Teoria Geral 
18.2 O Conceito de Curva de Aprendizagem 
18.3 Representação Gráfica 
18.4 Palavras-Chave Associadas com Curvas de Aprendizagem 
18.5 A Curva Média Cumulativa 
18.6 Fontes de Experiência 
18.7 Desenvolvimento de Medidas de Inclinação
18.8 Custos Unitários e Utilização de Pontos Centrais 
18.9 Seleção de Curvas de Aprendizagem 
18.10 Pedidos Posteriores 
18.11 Paradas de Produção 
18.12 Limitações da Curva de Aprendizagem 
18.13 Preços e Experiência 
18.14 Arma Competitiva 
18.15 Dicas de Estudo para o Exame de Certificação em Gerenciamento de Projetos PMI® 
Exercícios 

19 GERENCIAMENTO DE CONTRATOS 
19.0 Introdução 
19.1 Aquisições 
19.2 Planejar as Aquisições 
19.3 A Condução das Aquisições 
19.4 Conduzir as Aquisições: Solicitar Respostas dos Fornecedores
19.5 Conduzir as Aquisições: Selecionar Fornecedores 
19.6 Tipos de Contratos 
19.7 Contratos de Incentivo 
19.8 Tipo de Contrato versus Risco 
19.9 O Ciclo de Administração do Contrato 
19.10 Encerramento do Contrato 
19.11 Utilização de uma Lista de Verificação 
19.12 A Interação Entre Proposta e Contrato 
19.13 Resumo 
19.14 Dicas de Estudo para o Exame de Certificação em Gerenciamento de Projetos PMI®
Estudos de Caso O Dilema de Cronograma, Concorrer ou não Concorrer, A Reserva de Gerenciamento 

20 GERENCIAMENTO DA QUALIDADE 
20.0 Introdução 
20.1 Definição de Qualidade 
20.2 O Movimento da Qualidade 
20.3 Comparação entre os Pioneiros da Qualidade 
20.4 A Abordagem de Taguchi 
20.5 O Prêmio Nacional de Qualidade Malcom Baldrige 
20.6 ISO 9000 
20.7 Conceitos de Gerenciamento da Qualidade 
20.8 O Custo da Qualidade
20.9 As Sete Ferramentas de Controle da Qualidade 
20.10 A Capacidade do Processo (Cp) 
20.11 Amostragem de Aceitação 
20.12 Implementação do Seis Sigma 
20.13 Lean Seis Sigma e DMAIC 
20.14 Liderança da Qualidade 
20.15 Responsabilidade pela Qualidade 
20.16 Círculos de Qualidade 
20.17 Produção Just-in-Time (JIT) 
20.18 Gestão da Qualidade Total (TQM) 
20.19 Dicas de Estudo para o Exame de Certificação em Gerenciamento de Projetos PMI®

21 DESENVOLVIMENTOS MODERNOS EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS
21.0 Introdução
21.1 O Modelo de Maturidade em Gerenciamento de Projetos (PMMM)
21.2 Desenvolvimento de uma Documentação Processual Eficaz
21.3 Metodologias de Gerenciamento de Projetos
21.4 Melhoria Contínua
21.5 Planejamento da Capacidade
21.6 Modelos de Competência
21.7 Gerenciamento de Vários Projetos
21.8 Reuniões de Revisão de Final de Fase
Estudo de Caso Honicker Corporation

22 O “NEGÓCIO” DAS MUDANÇAS NO ESCOPO
22.0 Introdução
22.1 Necessidade de Conhecimento do Negócio 
22.2 O Momento Certo para Mudanças no Escopo
22.3 A Necessidade do Negócio por uma Mudança no Escopo
22.4 A Lógica para Não Aprovar uma Mudança no Escopo
Estudo de Caso Kemko Manufacturing

23 O ESCRITÓRIO DE PROJETOS
23.0 Introdução 
23.1 O Escritório de Projetos Atual
23.2 Os Riscos de Implementação
23.3 Tipos de Escritórios de Projetos
23.4 Escritórios de Gerenciamento de Projetos em Rede
23.5 Sistemas de Informação de Gerenciamento de Projetos
23.6 Divulgação de Informações 
23.7 Mentoring 
23.8 Desenvolvimento de Padrões e Modelos
23.9 Benchmarking de Gerenciamento de Projetos
23.10 O Desenvolvimento do Business Case
23.11 Treinamento sob Medida (Relacionado a Gerenciamento de Projetos)
23.12 Gerenciamento das Partes Interessadas
23.13 Melhoria Contínua
23.14 Planejamento da Capacidade 
23.15 Os Riscos da Utilização de um Escritório de Projetos
23.16 Gerenciamento de Portfólio de Projetos
Estudo de Caso A Ação Judicial de Gerenciamento de Projetos

24 GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE CRISE
24.0 Introdução
24.1 Compreensão do Gerenciamento de Crises
24.2 Ford versus Firestone
24.3 O Acidente do Concorde da Air France
24.4 A Intel e o Chip Pentium
24.5 O Submarino Russo Kursk
24.6 Os Envenenamentos por Tylenol 
24.7 O Marketing da Fórmula Infantil da Nestlé 
24.8 O Desastre do Ônibus Espacial Challenger 
24.9 O Desastre do Ônibus Espacial Columbia 
24.10 Vítimas versus Vilões 
24.11 As Fases do Ciclo de Vida 
24.12 As Implicações no Gerenciamento de Projetos 

25 O FUTURO DO GERENCIAMENTO DE PROJETOS 
25.0 Tempos de Mudança 
25.1 Projetos Complexos 
25.2 Teoria da Complexidade 
25.3 Escalada de Escopo (Scope Creep) 
25.4 Avaliações da Saúde do Projeto
25.5 Gerenciando Projetos Problemáticos

26 A ASCENSÃO, QUEDA E RESSURREIÇÃO DO IRIDIUM: UMA PERSPECTIVA DO GERENCIAMENTO DE PROJETOS 
26.0 Introdução 
26.1 A Nomeação do Projeto “Iridium” 
26.2 A Obtenção de Apoio Executivo 
26.3 O Lançamento do Empreendimento 
26.4 O Sistema Iridium 
26.5 A Rede Terrestre e Espacial 
26.6 A Iniciação do Projeto: Desenvolvimento do Business Case 
26.7 O Business Case “Oculto” 
26.8 O Gerenciamento dos Riscos 
26.9 A Crença Coletiva 
26.10 O Campeão de Saída 
26.11 Os Anos de Infância do Iridium 
26.12 O Financiamento da Dívida 
26.13 O Projeto M-Star 
26.14 Um Novo CEO 
26.15 Os Lançamentos dos Satélites 
26.16 Uma Oferta Pública Inicial (IPO) 
26.17 O Cadastramento de Clientes 
26.18 A Ascenção Rápida do Iridium 
26.19 A Queda Rápida do Iridium 
26.20 A “Gripe” da Iridium 
26.21 À Procura de um “Cavaleiro Branco” 
26.22 A Definição do Fracasso (Outubro de 1999) 
26.23 O Plano de Exorbitação de Satélites 
26.24 A Iridium é Resgatada por $ 25 Milhões 
26.25 Epílogo 
26.26 Processos de Acionistas 
26.27 A Decisão do Tribunal de Falências 
26.28 Autópsia 
26.29 O Impacto Financeiro da Falência 
26.30 O Que Realmente Deu Errado? 
26.31 Lições Aprendidas 
26.32 Conclusão 
26.33 Epílogo (2011) 

Apêndice A Soluções para o Exercício de Conflito em Gerenciamento de Projetos 
Apêndice B Soluções para o Exercício de Liderança 
Apêndice C Estudos de Casos Dorale Products 
Apêndice D Soluções para os Estudos de Casos Dorale Products 
Apêndice E Alinhamento do Guia PMBOK® ao Texto

Sinopse

A BÍBLIA DO GERENCIAMENTO DE PROJETOS

Nesta obra clássica, tradução da décima primeira edição norte-americana, o Dr. Kerzner traz para o leitor o estado da arte do gerenciamento de projetos, alinhado com o PMIs PMBOK® Guide.
Com a leitura desta obra, o profisional de gerenciamento de projetos e o estudante que se dedica a aprendê-lo saberão como adotar uma metodologia de gerenciamento de projetos e utilizá-la constantemente, comprometer-se com o desenvolvimento de planos eficazes no início de cada projeto, fornecer aos executivos as informações voltadas para o patrocinador do projeto (e não as informações de gerenciamento do projeto), focar nas entregas, em vez de focar nos recursos, cultivar a comunicação eficaz, a cooperação e a confiança para alcançar rápida maturidade em gerenciamento de projetos, eliminar reuniões improdutivas...
e muito, muito mais.

Ver maisVer menos

Depoimentos sobre o livro

Envie seu depoimento

Seja o primeiro a publicar um depoimento sobre o livro!