Identificação Química e Mineralógica dos Rejeitos Finos de Minério de Ferro da Samarco Mineração S.A.

Um Estudo de Classificação de Resíduos Sólidos e Seu Potencial como Grande Poluidor

José Maurício Machado Pires

2010 — 1ª edição

Estoque esgotado

Fora de Catálogo

Sobre o Livro

ISBN: 9788561209858
Páginas: 92
Formato: 17x24 cm
Ano de Publicação: 2010
Peso: 0.200 kg

Conteúdo

CAPÍTULO 1 - INTRODUÇÃO1.1. Considerações Gerais

1.2. Processamento do Minério de Ferro Itabirítico
1.3. Classificação de Resíduos
1.4. Toxicologia
1.4.1. Cádmio
1.4.2. Cromo
1.4.3. Alumínio
1.4.4. Ferro
1.4.5. Chumbo
1.4.6. Manganês
1.4.7. Sílica
1.5. Objeto de Estudo
1.6. Localização
1.7. Geologia do Quadrilátero Ferrífero
1.7.1. Caracterização das Unidades Geológicas
1.7.2. Geologia Local
1.8. Objetivos

CAPÍTULO 2 - METEDOLOGIA
2.1. Espectrofotometria de Absorção Atômica e Fotometria de Chama
2.1.1. Princípios da Espectrofotometria de Absorção
2.1.2. Princípios da fotometria de chama
2.2. Difratometria de Raios X
2.2.1. Princípios da Difração de Raios X
2.2.2. Instrumentação
2.2.3. Aplicações e limitações
2.3. Princípios da Termogravimetria
2.3.1. Instrumentação
2.3.2. Aplicações e Limitações da Termogravimetria

CAPÍTULO 3 - RESULTADOS E DISCUSSÃO
3.1. Introdução
3.2. Amostragem
3.3. Determinação da Composição Mineralógica
3.3.1. Difração de Raios X
3.3.2. Análise Termogravimétrica
3.4. Determinação da Composição Química
3.4.1. Constituintes Maiores
A) Determinação de SiO2
B) Determinação de Ferro Total
C) Determinação de Água de Constituição
D) Determinação de Alumínio
3.4.2. Determinaçâo de Elementos Traços
3.5. Testes para a Classificação de Resíduos
3.5.1. Teste de Lixiviação
3.5.2. Teste de Solubilização
3.6. Considerações Finais

Referências Bibliográficas

 

Sinopse

A Barragem do Germano da Samarco Mineração S.A. localiza-se no município de Mariana e sua função principal é coletar os efluentes (lama) do tratamento do minério processado no Complexo de Germano. Ali os sólidos em suspensão são retidos. Estes sólidos foram estudados quanto à sua composição química e mineralógica. Para a caracterização dos minerais presentes foi utilizada a difratometria de raios X e análise termogravimétrica nas modalidades ATG e ATD. A composição química foi determinada por análise química. A análise termogravimétrica em conjunto com os resultados de análise química permitiram a determinação dos teores de cada mineral presente. A determinação de elementos traços como o Cr, Cd e Pb foi determinada. O resíduo foi submetido a testes de classificação de acordo com as normas ABNT 10004, 10005, 10006 e 10007. Chegou-se à conclusão de que o resíduo é classe III (inerte) e estes mesmos testes mostraram a grande capacidade deste material de retenção de metais pesados e de cromo.

Ver maisVer menos

Depoimentos sobre o livro

Envie seu depoimento

Seja o primeiro a publicar um depoimento sobre o livro!