Manual Prático de Arquitetura Para Clínicas e Laboratórios

Ronald de Góes

2010 — 2ª edição

R$ 112,00

Disponível em estoque

Sobre o Livro

ISBN: 9788521205074
Páginas: 284
Formato: 20,5x25,5 cm
Ano de Publicação: 2010
Peso: 0.610 kg

Conteúdo

        Introdução

1      Rede Pública de Saúde no Brasil

        1. Rede pública de saúde

        2. Primárias e Secundárias

        3. Metodologia para planejamento

 

2      Unidade pública de saúde - Tipologias

        1. Posto de saúde

        2. Centro de saúde

        3. Ambulatórios gerais

        4. Unidades mistas

        5. CAPS E NAPS

        6. Unidades de saúde, como valorizar o espaço

 

3      Unidades de saúde - privadas

        1. Clínica cardiológica

        2. Clínica de cirurgia plástica

        3. Clínica de fisioterapia

        4. Clínica ginecológica

        5. Clínica de hemodiálise

        6. Clínica odontológica

        7. Clínica oftalmológica

        8. Clínica oncológica

        9. Clínica ortopédica

        10. Clínica pediátrica

        11. Clínica psiquiátrica

        12. Clínica ou Centro de radiologia e Clínica ou Unidade de radioterapia

        13. Clínica urologia

        14. Clínica veterinária

Sinopse

A crise do sistema de atendimento público de saúde no Brasil, esfacelado na sua estrutura física e operacional, tem levado muitos profissionais a implantarem as suas próprias estruturas de atendimento, voltadas, no entanto, mais para uma clientela gerada pelos planos e seguros de saúde privados.

As normas do Ministério da Saúde, via ANVISA, organizadas mais para orientar as construções das unidades públicas de saúde, não fornecem orientação para estruturas privadas, que padecem do suporte técnico necessário para serem implantadas. Estas utilizam, geralmente, por via indireta, os parâmetros construtivos estabelecidos para a rede pública ou, via de regra, a experiência de terceiros e do seu próprio corpo clínico.

No caso de Laboratórios, não é muito diferente. Entretanto, em razão de serem estruturas mais complexas, comportando equipamentos sofisticados e caros, além de não serem muito diferenciados dos existentes na rede pública, contam com mais parâmetros normativos para orientarem as suas construções.

Por outro lado, como novidade, decorrente do processo de globalização da economia e do incremento das exportações do país, surge em grande quantidade um novo tipo de laboratório, cuja existência era, até pouco tempo, de número bastante reduzido, ligado à rede pública de saúde: os laboratórios de certificação de produtos. Essas estruturas têm o objetivo de certificar produtos de exportação dentro dos padrões de qualidade internacionais, tipo ISO, por exemplo.

Diante do aumento da demanda, esse tipo de laboratório passou a fazer parte dos estudos, pesquisas e atividades práticas do autor.

Longe de desejar esgotar o assunto, o presente livro procura atender às solicitações de alunos e profissionais de todos os lugares do Brasil, onde o autor ministra cursos e presta assessoria técnica nessa atividade nobre e apaixonante: a arquitetura para unidades de saúde.

Ver maisVer menos

Depoimentos sobre o livro

Envie seu depoimento

Seja o primeiro a publicar um depoimento sobre o livro!