Meio Ambiente e Ciências da Natureza

Mudanças Climáticas e as Cidades

Novos e Antigos Debates na Busca da Sustentabilidade Urbana e Social

Ricardo Ojima, Eduardo Marandola Jr.

2013 — 1ª edição

R$ 85,00

Disponível em estoque

Sobre o Livro

ISBN: 9788521208051
Páginas: 272
Formato: 17x24 cm
Ano de Publicação: 2013
Peso: 0.456 kg

Conteúdo

Saiba mais sobre a Coleção em http://www.blucher.com.br/copes

 

PREFÁCIO 
INTRODUÇÃO

Ricardo Ojima e Eduardo Marandola Jr.



I POLÍTICA URBANA 

1 A adaptação da cidade às mudanças climáticas: uma agenda de pesquisa e uma agenda política 
Laura Machado de Mello Bueno

1.1 Um quadro dos problemas ambientais e sua articulação com o meio urbano 
1.1.1 O efeito estufa 
1.1.2 Chuva ácida 
1.1.3 Extinção de ambientes naturais 
1.1.4 Destruição do ozônio atmosférico 
1.1.5 Erosão 
1.1.6 Perda de fontes de água doce 
1.2 Problemas globais no planeta urbanizado, mas com grandes diferenças 
1.3 Aspectos das cidades brasileiras determinantes para as políticas de adaptação com enfoque socioambiental 
1.4 A importância das pesquisas sobre as estruturas do Estado, para a adaptação das cidades à Mudança Climática 
1.5 O que fazer: Acelerar a solução das demandas urbanas ou acirrar os conflitos já existentes?
1.6 O risco da urgência 
1.7 Referências

2 Respostas Urbanas às Mudanças Climáticas: construção de políticas públicas e capacidades de planejamento
Alisson Flavio Barbieiri e Raquel de Mattos Viana

2.1 Breve histórico sobre as mudanças climáticas
2.2 Medidas adaptativas × medidas mitigadoras
2.3 Mudanças climáticas e cidades 
2.4 O Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado da Região Metropolitana de Belo Horizonte (PDDI-RMBH)
2.4.1 Aspectos metodológicos do PDDI
2.4.2 Propostas do PDDI
2.5 Respostas urbanas e respostas regionais às mudanças climáticas
2.6 Referências

3 Águas Revoltas: riscos, vulnerabilidade e adaptação à mudança climática global na gestão dos recursos hídricos e do saneamento. 
Por uma política climática metropolitana na Baixada Santista 
Marcelo Coutinho Vargas

3.1 Mudanças climáticas e ciclo da água: interações biofísicas na escala global 
3.2 Impactos socioambientais da mudança climática relacionados à água: aspectos gerais e alguns problemas de conceituação e escala 
3.2.1 Riscos, vulnerabilidade e adaptação: aspectos gerais
3.2.2 Vulnerabilidade e adaptação na gestão dos recursos hídricos e do saneamento
3.3 O desafio das águas urbanas: construindo políticas de adaptação e mitigação na escala apropriada? O caso da Baixada Santista
3.4 Referências

II VULNERABILIDADE E RESILIÊNCIA 

4 As escalas da vulnerabilidade e as cidades: interações trans e multiescalares entre variabilidade e mudança climática 
Eduardo Marandola Jr.

4.1 Escala enquanto recorte epistemológico
4.2 O clima e suas escalas
4.2.1 Como articular tais escalas?
4.2.2 Escalas de produção e gestão de riscos
4.3 Interações trans e multiescalares na mudança ambiental: cidades, regiões e  vulnerabilidade
4.4 Referências

5 Integrar espaço aos estudos de população: oportunidades e desafios
Sébastien Oliveau e Christophe Guilmoto

5.1 A explosão geográfica
5.2 Espaço e dados
5.3 Em direção as pesquisas espacializadas
5.4 Sobre modelos explicitamente espaciais
5.5 Simular o papel do espaço
5.6 Conclusão
5.7 Referências

6 A cidade e as mudanças globais: (intensificação?) Riscos e  vulnerabilidades socioambientais na RMC - Região Metropolitana de Curitiba/PR 
Francisco Mendonça, Marley Deschamps e Myriam Del Veccio de Lima

6.1 Introdução
6.2 Riscos e desastres socioambientais na "aldeia global" - Uma abordagem a partir das mudanças climáticas globais
6.3 Urbanização no contexto de mudanças climáticas - Riscos e vulnerabilidades socioambientais na cidade
6.4 Urbanização e inundações em Curitiba/PR: Uma perspectiva na escala local 
6.5 Mudanças climáticas e inundações urbanas: Que mudanças são, efetivamente, mais evidentes nas cidades?
6.6 Referências

7 Impactos das mudanças climáticas em países africanos e repercussões nos fluxos populacionais
Lucí Hidalgo Nunes, Norma Felicidade Lopes da Silva Valencio e Cláudia Silvana da Costa

7.1 O processo de urbanização como contribuinte para os desastres hidrometeorológicos na África 
7.2 Pobreza, desastres e mudanças climáticas: rumo à intensificação do racismo
7.2.1 Refugiado/deslocado ambiental: os sujeitos supérfluos do século XXI
7.3 Mudanças climáticas como desafio para a civilidade
7.4 Referências

8 Indicadores Territoriais de Vulnerabilidade Socioecológica: Uma Proposta Conceitual e Metodológica e sua Aplicação para São Sebastião, Litoral Norte Paulista 
Tathiane Mayumi Anazawa, Flávia da Fonseca Feitosa e Antônio Miguel Vieira Monteiro

8.1 Construindo representações da vulnerabilidade socioecológica: arcabouço teórico-conceitual
8.2 Vulnerabilidade socioecológica de zonas costeiras: o caso de São Sebastião, litoral norte paulista
8.3 O índice de vulnerabilidade socioecológica (IVSE)
8.3.1 Seleção das variáveis
8.3.2 Quadro metodológico geral dos processamentos 
8.3.3 Cômputo do IVSE 
8.3.4 Análise dos resultados
8.4 De conceito a objeto mediador: avanços e desafios na representação da vulnerabilidade
8.5 Referências

III ADAPTAÇÃO E MITIGAÇÃO

9 A proteção civil e as mudanças climáticas: a necessidade da incorporação do risco de desastres ao planejamento das cidades 
Carlos Mello Garcias e Eduardo Gomes Pinheiro

9.1 Introdução
9.2 Como o país se relaciona com os desastres
9.3 As cidades sob o prisma da segurança 
9.3.1O planejamento urbano
9.4 Os desastres, as mudanças climáticas e a gestão urbana 
9.4.1 Os desastres e a gestão urbana
9.4.2A gestão de riscos de desastres e as cidades 
9.6 Referências

10 Entre vulnerabilidades e adaptações: notas metodológicas sobre o estudo das cidades e as mudanças climáticas 
Ricardo Ojima

10.1 Mudanças climáticas: a pegada ecológica das cidades
10.2 Medindo as vulnerabilidades
10.3 Adaptação: o outro lado da vulnerabilidade?
10.4 Referências
Sobre os autores

Sinopse

Este livro busca avançar nas dimensões humanas das mudanças ambientais globais, entre elas as mudanças no clima. Desde 2007, vivemos as consequências do 4º Relatório do IPCC com muita intensidade, o que deslocou a questão das mudanças climáticas da periferia para o centro da ciência e da política mundial. Tema de especialistas, a mudança climática global se tornou a principal bandeira/problemática de todo o esforço de discussão sobre ambiente. Neste ano, o relatório do IPCC reforça não apenas a necessidade do estudo das vulnerabilidades e dos impactos das mudanças, mas, sobretudo das ações e processos adaptativos. Para isso, as cidades são, especialmente no Brasil, foco prioritário de preocupação, devido à proporção de pessoas atingidas pelos impactos, e, também pelas articulações de toda a rede urbana e do território nacional. Portanto, uma análise crítica de diversas realidades permitirá pensar em políticas públicas que busquem maior resiliência da população em qualquer contexto urbano. Este livro é resultado de discussões realizadas entre 2010 e 2011 pela Sub-rede Cidades, da Rede Brasileira de Pesquisa sobre Mudanças Climáticas Globais (RedeCLIMA), coordenada pelo Núcleo de Estudos de População da Universidade Estadual de Campinas (Nepo/Unicamp). Esta, sob coordenação geral do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), reúne pesquisadores de diversas áreas do conhecimento e de instituições do país, na busca da compreensão das cidades no contexto das mudanças climáticas.

Ver maisVer menos

Material de Apoio

Depoimentos sobre o livro

Envie seu depoimento

Seja o primeiro a publicar um depoimento sobre o livro!