O Ensino de Combinatória Probabilidade e Estatística

Currículos Prescritos e Implementação na Sala de Aula

Clemente Ramos dos Santos

2011 — 1ª edição

Estoque esgotado

Fora de Catálogo

Sobre o Livro

ISBN: 9788580390070
Páginas: 112
Formato: 17x24 cm
Ano de Publicação: 2011
Peso: 0.240 kg

Conteúdo

Apresentação
Capítulo 1: O tratamento da informação na literatura e nos Currículos Prescritos
1.1 Uma primeira reflexão
1.2 O tratamento da Informação na literatura
1.3 Análise documental: prescrições contidas nos Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental
1.4 Análise documental: prescrições contidas nos Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio
1.5 Algumas considerações sobre o capítulo

Capítulo 2: Concepções e conhecimentos revelados por um grupo de professores num curso de formação continuada
2.1 Introdução
2.2 Delineando perfil dos professores
2.3 O acompanhamento da formação: nossas observações
2.4 O desenvolvimento do primeiro conjunto de atividades de formação
2.5 O desenvolvimento do segundo conjunto de atividades de formação
2.6 Algumas considerações sobre a formação oferecida

Capítulo 3: As revelações feitas nas entrevistas 
3.1 Introdução 
3.2 Revelações das entrevistas com um grupo de professores
3.2.1 Sobre a participação no Teia do Saber, em particular o módulo relacionado ao Tratamento da Informação 
3.2.2 A importância conferida pelos professores aos conteúdos relativos ao Tratamento da informação no Ensino Fundamental 
3.2.3 As opiniões de outros professores de Matemática, identificadas durante as reuniões de planejamento, sobre o trabalho com conteúdos referentes ao Tratamento da Informação nos Ensinos Fundamental e Médio
3.2.4 O conhecimento das orientações contidas nos Parâmetros Curriculares Nacionais de Matemática, a respeito desse bloco de conteúdos 
3.2.5 O Tratamento da Informação na formação dos entrevistados: o que estudaram na Educação Básica e na Graduação 
3.2.6 As expectativas dos professores de trabalhar conteúdos referentes ao Tratamento da Informação, no ano subseqüente ao da formação 
3.2.7 As crenças dos professores diante das possibilidades de os alunos dos Ensinos Fundamental e Médio resolverem situações - problema envolvendo os conteúdos relacionados à combinatória, probabilidade e estatística
3.2.8 A preparação das aulas pelos professores e os critérios ou estratégias usados nessa preparação
3.2.9 Os impactos da formação continuada no trabalho da sala de aula, segundo esses professores
3.2.10 Concordâncias e /ou discordância sobre a necessidade de trabalhar esses conteúdos desde o Ensino Fundamental
3.3 Algumas considerações sobre as revelações feitas nas entrevistas

Capítulo 4: As observações de aula dos quatro professores
4.1 Introdução 
4.2 A aula da professora P1: uma aula de combinatória e probabilidade em uma turma de 35 alunos da 7ª série do Ensino Fundamental 
4.3 A aula da professora P2: uma aula de combinatória em uma turma de 32 alunos da 2ª série do Ensino Médio 
4.4 A aula do professor P3: uma aula de estudo de possibilidades em uma turma de 27 alunos da 6ª série do Ensino Fundamental
4.5 A aula da professora P4: uma aula de estatística em uma turma de 33 alunos da 6ª série do Ensino Fundamental 
4.6 Alguns comentários sobre as aulas observadas 

Capítulo 5: Considerações finais 
Referências 
Anexo 1: Questionário apresentado aos professores 
Anexo 2: Atividades relacionadas aos conteúdos de combinatória e probabilidade apresentadas aos professores no curso de formação 
Anexo 3: Atividades relacionadas aos conteúdos de estatística, apresentadas aos professores no curso de formação
Anexo 4: Roteiro de entrevistas 
Anexo 5: Registro da lousa do Professor: P3

Sinopse

Este trabalho tem como finalidade contribuir para o entendimento de como se dá o processo de incorporação de temas ligados à combinatória, probabilidade e estatística na Educação Básica e as relações dessa inovação curricular com o processo de formação continuada de professores. Em nossa pesquisa buscamos a triangulação de métodos, ou seja, a utilização de procedimentos como a observação de um curso de formação continuada, entrevistas e observação de aulas de quatro professores, que participaram dessa formação, em turmas de Ensino Fundamental e Médio. Nosso estudo revela que, de modo geral, esses professores não acham esses conteúdos viáveis para o Ensino Fundamental e mesmo para o Ensino Médio; apresentam certa resistência por não dominarem esses conteúdos e consideram que estes não estão previstos pelas propostas para o ensino fundamental e que são complexos. Afirmam não ter conhecimento do que é proposto pelos PCN para o ensino de combinatória, probabilidade e estatística e declaram não ter estudado esses conteúdos no curso de graduação. Com relação ao curso de formação continuada, constatamos que a falta de discussões mais consistentes em relação à prática de ensino desses conteúdos em sala de aula e o pouco tempo destinado para o desenvolvimento do assunto fazem com que sua contribuição não tenha sido suficiente para colocação em prática de propostas para o ensino desses conteúdos, de forma a possibilitar boa aprendizagem por parte dos alunos.

Ver maisVer menos

Depoimentos sobre o livro

Envie seu depoimento

Seja o primeiro a publicar um depoimento sobre o livro!