O Papel da Phronesis Aristotélica na Elaboração do Problema Hermenêutico em

Reginaldo Polesi

2008 — 1ª edição

Estoque esgotado

Fora de Catálogo

Sobre o Livro

ISBN: 9788561209162
Páginas: 108
Formato: 17x24 cm
Ano de Publicação: 2008
Peso: 0.255 kg

Conteúdo

INTRODUÇÃO

Capítulo 1 - A teoria hermenêutica de Gadamer: verdade ou método

1.1. Objetos textuais: a linguagem na hermenêutica
1.2. A pertença do intérprete à tradição histórica
1.3. Os preconceitos
1.4. A fusão de horizontes
1.5. O círculo hermenêutico

Capítulo 2 - Um mundo contingente: o problema da
hermenêutica de Gadamer

2.1. As quatro partes do problema da hermenêutica de Gadamer
2.1.1. Primeira parte: o problema maior
2.1.2. Segunda parte: o mundo contingente
2.1.3. Terceira parte: a linguagem
2.1.4. Quarta parte: tradição histórica e pertença do intérprete.
2.2. Visão analítica sistemática do problema hermenêutico de Gadamer
2.2.1. (F1) Interrelação da linguagem com o mundo contingente
2.2.2. (F2) Tradição histórica: a pertença do sujeito à história do
mundo contingente.
2.2.3. (F3) O Preconceito no mundo contingente
2.2.4. (F4, F5 e F6) As regras gerais. 
2.2.5. (F7 e F8) A fusão de horizontes como fenômeno da hermenêutica
2.2.6. (F9) A circularidade na hermenêutica
2.2.7. (F10 e F11) Compreensão, decisão e ação em uma situação concreta
2.2.7.1. Compreensão, deliberação e ação enquanto final2.
2.2.7.2. Compreensão, deliberação e ação enquanto início e meio
2.2.8. As lacunas em redor da hermenêutica: a phronesis

Capítulo 3 - A Phronesis aristotélica na hermenêutica gadameriana
3.1. Interpretação e atualidade de Aristóteles em Gadamer
3.2. A phronesis
3.3. A influência de Heidegger em Gadamer

CONCLUSÃO

REFERÊNCIAS
Obras de Gadamer
Versões de "Ética a Nicômaco" de Aristóteles
Livros e artigos

ANEXO - I
Coexistência de Gadamer e outros pensadores

Sinopse

O presente trabalho tem o objetivo de estudar como e por que Hans-Georg Gadamer encontrou na phronesis aristotélica o paradigma para resolver o problema hermenêutico da aplicação no particular. A hermenêutica gadameriana é baseada em cinco conceitos-chave, a saber, a linguagem; a pertença do intérprete à tradição histórica; o preconceito; a fusão de horizontes e o círculo hermenêu¬tico. A hermenêutica gadameriana ainda exige a habilidade ou capacidade de bem deliberar, decidir e agir. No entanto, Gadamer percebeu que isso não pode ser ensinado, aprendido, esquecido ou mesmo transferido direta e intencionalmente de pessoa para pessoa, e se deparou com um problema: como então pode ser desenvolvida tal habilidade? A resposta veio a partir de seus estudos em filosofia grega antiga, através da formação neo-aristotélica de Gadamer na escola alemã, influenciada pela filosofia prática. Ou seja, ele redefiniu o conceito de phronesis, que originalmente aparece na ética de Aristóteles, o qual passa a significar o modo pelo qual o intérprete pode desenvolver a "sabedoria prática" para compreender e agir através de regras gerais em casos particulares, em um "mundo contingente". A concepção de Gadamer é a de que a "racionalidade prática" deve ser entendida em termos de phronesis, ou seja, pelo papel desempenhado pela phronesis como modelo para a aplicação hermenêutica.

Ver maisVer menos

Depoimentos sobre o livro

Envie seu depoimento

Seja o primeiro a publicar um depoimento sobre o livro!