O Prazer no Pensar

Prazer criativo

Walkiria Nunez Paulo dos Santos

2019 — 1ª edição

Livro em Pré-Lançamento

Sobre o Livro

ISBN: 9788521218814
Páginas: 368
Formato: 14 x 21 cm
Ano de Publicação: 2019
Peso: 0.000 kg

Conteúdo

Agradecimentos

Prefácio – João Carlos Braga

Apresentação

 

Parte I. Origem do conceito de prazer no pensar

Testando o conceito de prazer: “o prazer no pensar”

A teoria sobre o prazer no pensar já estava implícita nas experiências da autora?

 

Parte II. O prazer no pensar: a evolução de um pensar analítico

Introdução

Dores intestinais substituindo dores psíquicas

A trajetória da busca de um olhar de reconhecimento

Transformações no enfrentamento da realidade: Bruna possui agora noção de perigo

A falha da escuta parental gerando transtorno no desenvolvimento da sexualidade

Analisabilidade: limites do analisando, do analista e do método

Tensão/alívio ↔ expansão da mente/apropriação do corpo ↔ prazer/desprazer

O prazer no pensar: análises duradouras

O velado, o sentido, o experienciado: o percurso de seu próprio Édipo

Memória biológica: sensações conscientes pertencentes ao não verbal que se manifestam...

O paradoxo no desamparo – enactment da dupla analítica

Sobre sustos e estremecimentos – Roosevelt M. S. Cassorla

Lutos contidos e integrados na personalidade

 

Parte III. Prazer criativo

O conceito de prazer no pensar como prazer secundário sofre uma transformação: prazer no pensar como prazer criativo

Desamparo-amparo no pensar

Desamparo – O estranho – Prazer no pensar: a repetição experienciada no setting possibilitando o nascimento da essência do eu

 

Posfácio – Plinio Montagna

Sinopse

Este livro aborda a capacidade interna de doação e acolhimento/contenção intrapsíquica, onde transformações podem ocorrer por meio de processos vinculados ao conhe-Ser. Nesses processos, a generosidade e a autenticidade têm a chance de nascer levando o indivíduo a realizações. É somente esse processo do contato íntimo consigo que possibilitará uma saída criativa para lidar com a realidade. Quando ocorrem transformações, o prazer se realiza, aproximando o indivíduo do “O” possível.

Ver maisVer menos

Depoimentos sobre o livro

Envie seu depoimento

Seja o primeiro a publicar um depoimento sobre o livro!