Projeto de Intervenção Urbana

Uma ruptura de paradigmas

Geovany Jessé Alexandre da Silva

2010 — 1ª edição

Estoque esgotado

Fora de Catálogo

Sobre o Livro

ISBN: 9788561209902
Páginas: 300
Formato: 17x24 cm
Ano de Publicação: 2010
Peso: 0.588 kg

Conteúdo

Introdução

1 - O Espaço Urbano E A Evolução Do Conceito Do Sustentável
2 - A Utopia Na Construção Das Cidades, Um Partido Para A Reinvenção Urbana Do Século 
3 - A Utopia Urbana Da Capital Brasileira: O Caso De Brasília
4 - Planejamento Urbano E Ambiental Nas Municipalidades
5 - Desenvolvimento Urbano Da Cidade De Cuiabá E O Processo De Degradação Ambiental E Arquitetônica 
6 - O Córrego Da Prainha: O Objeto De Estudo, A Questão Histórico-Ambiental E O Processo De Retificação 
7 - O Porquê Da Intervenção No Contexto Atual Da Avenida Tenente Coronel Duarte
8 - O "Parque Linear Da Prainha" Em Cuiabá: Uma Proposta Utópica?
9 - A Proposta Utópica A Partir Do Desenho Urban Diretrizes Gerais Do Parque Linear Da Prainha
Considerações Finais
Referências Bibliográficas

Sinopse

A presente obra intitulada de "Projeto de Intervenção Urbana: Uma Ruptura de Paradigmas" se constitui numa releitura da utopia urbana para os tempos atuais através do Projeto Urbano. Assim, perfaz uma abordagem conceitual e teórica sobre o tema e, para tanto, situa uma proposta utópica de projeto para a cidade de Cuiabá, capital do Estado de Mato Grosso, compreendendo ainda as necessidades emergenciais de se pensar o desenvolvimento sustentável urbano sob uma nova ótica - novos paradigmas - no qual a história, a cultura, a pessoalidade do lugar e suas condicionantes assumem caráter norteador do projeto urbano e arquitetônico. Esta publicação é resultado da Dissertação de Mestrado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT, em novembro de 2007, sob o título de "Parque Linear da Prainha, Cuiabá-MT: Uma Ruptura de Paradigmas na Intervenção Urbana".

No contexto urbano, a utopia vislumbra a intervenção na cidade como mecanismo de produção de um lugar melhor para as pessoas, conforme o próprio significado etimológico da palavra. A cidade quando pensada a partir de uma visão utópica, se desvencilha de sua realidade e passa a projetar uma nova imagem urbana; visionária, pois antevê novas possibilidades transformadoras da urbe. Assim, a utopia de cidade que será recriada a partir da implementação do Projeto Urbano para o Parque Linear da Prainha aponta para a necessidade humana de se repensar seu espaço urbano e sua sociedade global; suprimindo as mazelas sociais, educacionais e econômicas entre ricos e pobres, propondo um novo modelo de desenvolvimento em sinergia com o meio ambiente e mais próximo, portanto, do utópico conceito do ser sustentável contemporâneo.

Ver maisVer menos

Depoimentos sobre o livro

Envie seu depoimento

Seja o primeiro a publicar um depoimento sobre o livro!