Química Inorgânica não tão Concisa

J. D. Lee

1999 — 1ª edição

R$ 163,00

Disponível em estoque

Sobre o Livro

ISBN: 9788521201762
Páginas: 544
Formato: 21x28 cm
Ano de Publicação: 1999
Peso: 1.224 kg

Conteúdo

PARTE I - CONCEITOS TEÓRICOS E HIDROGÊNIO


Capítulo 1 - Estrutura Atômica e Tabela Periódica
1.1.    O átomo como um núcleo com elétrons circundantes
1.2.    Espectros atômicos do hidrogênio e a teoria de Bohr
1.3.    Refinamentos na teoria de Bohr
1.4.    A natureza dual dos elétrons - partículas ou ondas
1.5.    O princípio da incerteza de Heisenberg
1.6.    A equação de onda de Schrödinger
1.7.    Funções radiais e angulares
1.8.    O princípio de exclusão de Paulit
1.9.    A regra de Hund e a construção dos átomos
1.10.    Sequência de níveis energéticos
1.11.    Disposição dos grupos de elementos na tabela periódica
1.12.    Leituras complementares
1.13.    Problemas

Capítulo 2 - Introdução à Ligação Química
2.1    Em busca de uma configuração estável
2.2    Tipos de ligações
2.3    Transições entre os principais tipos de ligações

Capítulo 3 - A Ligação Iônica
3.1.    Estruturas dos sólidos iônicos
3.2.    Regras sobre as relações de raios
3.3.    Cálculos de alguns valores limites das relações de raios
3.4.    Empacotamento compacto
3.5.    Classificação das estruturas iônicas
3.6.    Compostos iônicos do tipo AX (ZnS,NaCl,CsCl)
3.7.    Compostos iônicos do tipo AX2 (CaF2,TiO2,SiO2)
3.8.    Estrutura em camadas (Cdl2,CdCl2,[NiAs])
3.9.    Uma visão mais crítica da relação de raios
3.10.    Um alerta sobre relações de raios
3.11.    Energia reticular
3.12.    Características dos sólidos
3.13.    Defeitos estequiométricos
3.14.    Defeitos não-estequiométricos
3.15.    Semicondutores e transistores
3.16.    Retificadores
3.17.    Célula fotovoltaica
3.18.    Transistores
3.19.    Dispositivos semicondutores microminiaturizados - circuitos integrados
3.20.    Leituras complementares
3.21.    Problemas

Capítulo 4 - A Ligação Covalente
4.1.    Introdução
4.2.    A teoria de Lewis
4.3.    A teoria de Sidgwick - Powell
4.4.    Teoria da repulsão dos pares de elétrons da camada de valência
4.5.    Alguns exemplos de aplicação da "Teoria da repulsão dos pares de elétrons da camada de valência" (VSEPR)
4.6.    A teoria da ligação de valência
4.7.    Participação do orbital d nas ligações em moléculas
4.8.    Ligações s e ligações
4.9.    Método dos orbitais moleculares
4.10.    Método da combinação linear de orbitais atômicos  (CLOA)
4.11.    Regras para a combinação linear de orbitais atômicos
4.12.    Exemplos da aplicação da teoria dos orbitais moleculares para moléculas diatômicas homonucleares
4.13.    Exemplos da applicação da teoria dos orbitais moleculares para moléculas diatômicas heteronucleares
4.14.    Exemplos da aplicação da teoria dos orbitais moleculares no caso de ligações  deslocalizadas
4.15.    Sumário sobre estruturas com ligações  multicentradas
4.16.    Método do átomo unido
4.17.    Leituras complementares
4.18.    Problemas

Capítulo 5 - Ligação Metálica
5.1.    Propriedades gerais dos metais
5.2.    Teorias de ligação nos metais
5.3.    Condutores, isolantes e semicondutores
5.4.    Ligas
5.5.    Supercondutividade
5.6.    Leituras complementares
5.7.    Problemas

Capítulo 6 - Propriedades Gerais dos Elementos
6.1.    O átomo como um núcleo com elétrons circundantes
6.2.    Tamanho dos átomos e dos íons
6.3.    Energias de ionização
6.4.    Afinidade eletrônica
6.5.    Ciclo de Born-Haber
6.6.    Poder polarizante e polarizabilidade - Regras de Fajans
6.7.    Eletronegatividade
6.8.    Caráter metálico
6.9.    Valências variáveis e estados de oxidação variáveis
6.10.    Potenciais padrão de eletrodo e série eletroquímica
6.11.    Reações de oxidação-redução
6.12.    Aplicação dos potenciais de redução
6.13.    Ocorrência e obtenção dos elementos
6.14.    Relações horizontais, verticais e diagonais na tabela periódica
6.15.    Leituras complementares
6.16.    Problemas

Capítulo 7 - Compostos de Coordenação
7.1.    Sais duplos e compostos de coordenação
7.2.    O trabalho de Werner
7.3.    Métodos mais recentes para o estudo de complexos
7.4.    Números atômicos efetivos
7.5.    Formas dos orbitais d.
7.6.    Ligações em complexos de metais de transição
7.7.    Teoria da ligação de valência
7.8.    Teoria do campo cristalino
7.9.    Complexos octaédricos
7.10.    Efeitos do desdobramento do campo cristalino
7.11.    Distorção tetragonal em complexos octaédricos (distorção de Jahn-eller)
7.12.    Arranjos quadrado-planares
7.13.    Complexos tetraédricos
7.14.    Quelatos
7.15.    Magnetismo
7.16.    Extensão da teoria do campo cristalino com incorporação do caráter covalente
7.17.    Teoria dos orbitais moleculares
7.18.    Nomenclatura de compostos de coordenação
7.19.    Isomeria
7.20.    Leituras complementares
7.21.    Problemas

Capítulo 8 - O Hidrogênio e os Hidretos
8.1.    Estrutura eletrônica
8.2.    Posição na tabela periódica
8.3.    Abundância do hidrogênio
8.4.    Obtenção do hidrogênio
8.5.    Propriedades do hidrogênio molecular
8.6.    Isótopos de hidrogênio
8.7.    Orto- e para- hidrogênio
8.8.    Hidretos
8.9.    O íon hidrogênio
8.10.    Ligações de hidrogênio
8.11.    Ácidos e bases
8.12.    Leituras complementares
8.13.    Problemas


PARTE 2 - ELEMENTOS DO BLOCO s


Capítulo 9 - Grupo 1 - Os Metais Alcalinos
9.1.    Introdução
9.2.    Ocorrência e abundância
9.3.    Obtenção de metais
9.4.    Aplicação dos metais do grupo I e de seus compostos
9.5.    Estrutura eletrônica
9.6.    Tamanho dos átomos e íons
9.7.    Densidade
9.8.    Energia de ionização
9.9.    Eletronegatividade e tipos de ligação
9.10.    O ciclo de Born-Haber: variações de energia na formação de compostos iônicos
9.11.    Estrutura cristalina dos metais, dureza e energia de  coesão
9.12.    Pontos de fusão e de ebulição
9.13.    Teste de chama e espectros
9.14.    Cor dos compostos
9.15.    Propriedades químicas
9.16.    Óxidos, hidróxidos, peróxidos e superóxidos
9.17.    Sulfetos
9.18.    Hidróxido de sódio
9.19.    Hidrogenocarbonato de sódio (bicarbonato de sódio)
9.20.    Sulfato de sódio
9.21.    Oxossais - carbonatos, bicarbonatos, nitratos e nitritos
9.22.    Haletos e poli-haletos
9.23.    Hidretos
9.24.    Solubilidade e hidratação
9.25.    Soluções dos metais alcalinos em amônia líquida
9.26.    Compostos com carbono
9.27.    Compostos orgânicos e organometálicos
9.28.    Complexos com éteres-coroa e criptandos
9.29.    Importância biológica
9.30.    Diferenças entre o lítio e os demais elementos do grupo I
9.31.    Leituras complementares
9.32.    Problemas

Capítulo 10 - Indústria de Cloro e de Álcalis
10.1.    Processo Leblanc
10.2.    Os processos Weldon e Deacon
10.3.    O processo eletrolítico
10.4.    Células de diafragma
10.5.    A célula de cátodo de mercúrio
10.6.    Produção
10.7.    Carbonato de sódio
10.8.    O processo Solvay (ou processo amônia-soda)
10.9.    Leituras complementares
10.10.    Problemas

Capítulo 11 - Grupo 2 - Elementos Alcalinos Terrosos
11.1.    Introdução
11.2.    Estrutura eletrônica
11.3.    Ocorrência e abundância
11.4.    Obtenção dos metais
11.5.    Tamanho dos átomos e dos íons
11.6.    Energia de ionização
11.7.    Eletronegatividade
11.8.    Energias de hidratação
11.9.    Comportamento anômalo do berílio
11.10.    Solubilidade e energia reticular
11.11.    Soluções dos metais em amônia líquida
11.12.    Propriedades químicas
11.13.    Hidróxidos
11.14.    Dureza da água
11.15.    Reações com ácidos e bases
11.16.    Óxidos e peróxidos
11.17.    Sulfatos
11.18.    Nitratos
11.19.    Hidretos
11.20.    Haletos
11.21.    Nitretos
11.22.    Carbetos
11.23.    Sais insolúveis
11.24.    Compostos organometálicos
11.25.    Complexos
11.26.    Importância biológica entre o berílio e dos demais elementos do grupo 2
11.27.    Leituras complementares
11.28.    Problemas


PARTE 3 - ELEMENTOS DO BLOCO p


Capítulo 12 - Os Elementos do Grupo 13
12.1.    Propriedades gerais
12.2.    Ocorrência e abundância
12.3.    Obtenção e usos dos elementos
12.4.    Estados de oxidação e tipos de ligações
12.5.    Pontos de fusão, pontos de ebulição e estruturas
12.6.    Tamanho de átomos e íons
12.7.    Caráter eletropositivo
12.8.    Energia de ionização
12.9.    Reações do boro
12.10.    Reações dos demais elementos
12.11.    Algumas propriedades do tálio (I)
12.12.    Compostos de boro e oxigênio
12.13.    Os demais óxidos do grupo 13
12.14.    Tetra-hidretoboratos (boro-hidretos)
12.15.    Tri-haletos
12.16.    Di-haletos
12.17.    Mono-haletos
12.18.    Complexos
12.19.    Diferenças entre o boro e os demais elementos do grupo
12.20.    Hidretos de boro
12.21.    Reações dos boranos
12.22.    Estruturas dos boranos
12.23.    Compostos organometálicos
12.24.    Leituras complementares
12.25.    Problemas

Capítulo 13 - Os Elementos do Grupo 14
13.1.    Introdução
13.2.    Ocorrência dos elementos
13.3.    Obtenção e aplicações dos elementos
13.4.    Estrutura e alotropia dos elementos
13.5.    Diferença entre o carbono, o silício e os demais elementos do grupo
13.6.    Datação com carbono radioativo
13.7.    Propriedades físicas
13.8.    Relatividade química
13.9.    Efeito do par inerte
13.10.    Potenciais  padrão de redução (volt)
13.11.    Compostos de grafite
13.12.    Carbetos
13.13.    Compostos contendo oxigênio
13.14.    Carbonatos
13.15.    O ciclo do carbono
13.16.    Sulfetos
13.17.    Os óxidos de silício
13.18.    Óxidos de germânio, estanho e chumbo
13.19.    Silicatos
13.20.    Classificação dos silicatos
13.21.    Os silicatos na tecnologia
13.22.    Compostos organossilícicos e os silicones
13.23.    Hidretos
13.24.    Cianetos
13.25.    Coplexos
13.26.    Ligações pi internas usando orbitais d
13.27.    Tetra-haletos
13.28.    Di-haletos
13.29.    Agregados ("clusters")
13.30.    Mecanismo de reação
13.31.    Derivados orgânicos
13.32.    Leituras complementares
13.33.    Problemas

Capítulo 14 - Os Elementos do Grupo 15
14.1.    Configurações eletrônicas e estados de oxidação
14.2.    Ocorrência, obtenção e usos
14.3.    Propriedades gerais e estruturas dos elementos
14.4.    Tipos de ligações
14.5.    Caráter metálico e não-metálico
14.6.    Reatividade
14.7.    Hidretos
14.8.    A amônia líquida como solvente
14.9.    Azoetos
14.10.    Fertilizantes
14.11.    Fixação de nitrogênio
14.12.    Uréia
14.13.    Fertilizantes fosfatados
14.14.    Haletos
14.15.    Óxidos de nitrogênio
14.16.    Oxiácidos do nitrogênio
14.17.    Óxidos do fósforo, arsênio e bismuto
14.18.    Oxoácidos do fósforo
14.19.    A série dos ácidos fosfóricos
14.20.    A série dos ácidos fosforosos
14.21.    Principais aplicações dos fosfatos
14.22.    Sulfeto de fósforo
14.23.    Fosfazenas e ciclofosfazenas (compostos fosfonitrílicos)
14.24.    Compostos organometálicos
14.25.    Leituras complementares
14.26.    Problemas

Capítulo 15 - Grupo 16 - Calcogênicos
15.1.     Propriedades gerais
15.2.     Configuração eletrônica e estados de oxidação
15.3.     Abundância dos elementos
15.4.     Obtenção e usos dos elementos
15.5.     Estrutura e alotropia dos elementos
15.6.     A química do ozônio
15.7.     Estados de oxidação (+II), (+IV) e (+VI)
15.8.     Comprimentos de ligação e ligações
15.9.     Diferenças entre o oxigênio e os demais elementos
15.10.  Propriedades gerais dos óxidos
15.11.  Óxidos de enxofre, selênio, telúrio e polônio
15.12.  Oxoácidos de selênio e telúrio
15.13.  Oxo-haletos
15.14.  Hidretos
15.15.  Haletos
15.16.  Compostos do enxofre com nitrogênio
15.17.  Derivados orgânicos
15.18.  Leituras complementares

Capítulo 16 - Grupo 17 - Os Halogênios
16.1.    Introdução
16.2.    Ocorrência e abundância
16.3.    Obtenção e aplicações dos elementos
16.4.    Energia de ionização
16.5.    Tipos de ligação formados e estados de oxidação
16.6.    Pontos de fusão e pontos de ebulição
16.7.    Energia de ligação na molécula X2
16.8.    Poder oxidante
16.9.    Reação com água
16.10.    Reatividade dos elementos
16.11.    Haletos de hidrogênio HX
16.12.    HF
16.13.    HCI
16.14.    HBr e HI
16.15.    Haletos
16.16.    Óxidos de halogênio
16.17.    Oxoácidos
16.18.    Compostos interhalogenados
16.19.    Poli-haletos
16.20.    Propriedades básicas dos halogênios
16.21.    Pseudo-halogênios e pseudo-halteos
16.22.    Leituras complementares
16.23.    Problemas

Capítulo 17 - Grupo 18 - Os Gases Nobres
17.1.    Nome do grupo e configurações eletrônicas
17.2.    Ocorrência e obtenção dos elementos
17.3.    Aplicações dos elementos
17.4.    Propriedades físicas
17.5.    Propriedades especiais do hélio
17.6.    Propriedades químicas dos gases nobres
17.7.    Química do xenônio
17.8.    Estrutura e ligação nos compostos de xenônio
17.9.    Observações finais
17.10.    Leituras complementares
17.11.    Problemas


PARTE 4 - OS ELEMENTOS DO BLOCO d


Capítulo 18 - Introdução aos Elementos de Transição
18.1.    Introdução
18.2.    Caráter metálico
18.3.    Estado de oxidação variável
18.4.     Complexos
18.5.    Tamanho de átomos e íons
18.6.    Densidade
18.7.    Pontos de fusão e de ebulição
18.8.    Reatividade dos metais
18.9.    Energias de ionização
18.10.    Cor
18.11.    Propriedades magnéticas
18.12.    Propriedades catalíticas
18.13.    Não-estquiometria
18.14.    Abundancia
18.15.    Diferenças entre a primeira série e as outras duas séries de transição
18.16.    Leituras complementares
18.17.    Problemas

Capítulo 19 - Grupo 3 - O Grupo do Escândio
19.1.    Introdução
19.2.    Ocorrência, separação, obtenção e aplicações
19.3.    Estado de oxidação
19.4.    Tamanho
19.5.    Propriedades químicas
19.6.    Complexos
19.7.    Leituras complementares

Capítulo 20 - Grupo 4 - O Grupo do Titânio
20.1.    Introdução
20.2.    Ocorrência e abundância
20.3.    Obtenção e usos
20.4.    Estados de oxidação
20.5.    Tamanho
20.6.    Relatividade e passivação
20.7.    O estado (+IV)
20.8.    O estado (+III)
20.9.    Compostos organometálicos
20.10.    Leituras complementares

Capítulo 21 - Grupo 5 - O Grupo do Vanádio
21.1.    Introdução
21.2.    Abundância obtenção e usos
21.3.    Estados de oxidação
21.4.    Tamanho
21.5.    Propriedades gerais
21.6.    Cor
21.7.    Compostos com nitrogênio, carbono e hidrogênio
21.8.    Haletos
21.9.    Óxidos
21.10.    Vanadatos
21.11.    Compostos dos elementos em estados de oxidação inferiores
21.12.    Compostos organometálicos
21.13.    Leituras complementares

Capítulo 22 - Grupo 6 - O Grupo do Crômio
22.1.    Introdução
22.2.    Abundância, obtenção e usos
22.3.    Estados de oxidação
22.4.    Propriedades gerais
22.5.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+ VI)
22.6.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+V)
22.7.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+ IV)
22.8.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+III)
22.9.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+ II)
22.10.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+I)
22.11.    Estados de oxidação zero (-I) e (-II)
22.12.    Cromatos, molibdatos e tunstatos
22.13.    Bronzes de tungstênio
22.14.    Importância biológica
22.15.    Leituras complementares

Capítulo 23 - Grupo 7 - O Grupo do Manganês
23.1.    Introdução
23.2.    Abundância, obtenção e usos
23.3.    Estados de oxidação
23.4.    Propriedades gerais
23.5.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+ II)
23.6.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+III)
23.7.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+ IV)
23.8.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+V)
23.9.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+ VI)
23.10.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+VII)
23.11.    Importância biológica
23.12.    Leituras complementares

Capítulo 24 - Grupo 8 - o Grupo do Ferro
24.1.    Grupo do ferro do cobalto do e do níquel
24.2.    Introdução ao grupo do ferro
24.3.    Abundância, obtenção e usos
24.4.    Obtenção do ferro
24.5.    Fabricação do aço
24.6.    Obtenção do rutênio e do ósmio
24.7.    Estados de oxidação
24.8.    Propriedades gerais
24.9.    Compostos dos elementos em estados de oxidação baixos
24.10.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+ II)
24.11.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+III)
24.12.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+ IV)
24.13.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+V)
24.14.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+ VI)
24.15.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+VII)
24.16.    A química bioinorgânica do ferro
24.17.    Complexos com ciclopentadienil e análogos
24.18.    Leituras complementares

Capítulo 25 - Grupo 9 - O Grupo do Cobalto
25.1.    Ocorrência, obtenção e usos
25.2.    Estados de oxidação
25.3.    Propriedades gerais
25.4.    Compostos dos elementos nos estados de oxidação inferiores
25.5.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+ I)
25.6.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+II)
25.7.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+ III)
25.8.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+IV)
25.9.    Estados de oxidação (+V) e (+ VI)
25.10.    Leituras complementares


Capítulo 26 - Grupo 10 - O Grupo do Níquel
26.1.    Introdução
26.2.    Ocorrência, obtenção e usos
26.3.    Estados de oxidação
26.4.    Propriedades gerais
26.5.    Compostos dos elementos nos estados de oxidação baixos (I), (0) e (+I)
26.6.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+II)
26.7.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+ III)
26.8.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+IV)
26.9.    Estados de oxidação (+V) e (+ VI)
26.10.    Comparações horizontais nos grupos do ferro, cobalto e níquel
26.11.    Leituras complementares

Grupo 27 - O grupo 11 - O Grupo do Cobre
27.1.    Introdução
27.2.    Abundância, obtenção e usos dos elementos
27.3.    Estados de oxidação
27.4.    Propriedades gerais
27.5.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+ I)
27.6.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+II)
27.7.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+ III)
27.8.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+V)
27.9.    Importância biológica do cobre
27.10.    Leituras complementares

Capítulo 28 - O Grupo do Zinco
28.1.    Introdução
28.2.    Abundância e ocorrência
28.3.    Obtenção e usos
28.4.    Estados de oxidação
28.5.    Tamanho
28.6.    Energias de ionização
28.7.    Propriedades gerais
28.8.    Óxidos
28.9.    Di-haletos
28.10.    Complexos
28.11.    Compostos organometálicos
28.12.    Importância biológica do zinco
28.13.    Toxiciade do cádmio e do mercúrio
28.14.    Leituras complementares
28.15.    Problemas (referentes aos capítulos 19 a 28)


PARTE 5 - OS ELEMENTOS DO BLOCO f


Capítulo 29 - A Série dos Lantanídios
29.1.    Introdução
29.2.    Configuração eletrônica
29.3.    Estados de oxidação
29.4.    Abundância e número de isótopos
29.5.    Obtenção e usos
29.6.    Separação dos elementos lantanídios
29.7.    Propriedades químicas dos compostos dos elementos no estado de oxidação (+III)
29.8.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+IV)
29.9.    Compostos dos elementos no estado de oxidação (+II)
29.10.    Solubilidade
29.11.    Cor e espectros
29.12.    Propriedades magnéticas
29.13.    Contração lantanídicas complexos
29.14.    Leituras complementares
29.15.    Problemas

Capítulo 30 - Os Actinídios
30.1.    Configuração eletrônica e posição na tabela periódica
30.2.    Estados de oxidação
30.3.    Ocorrência e obtenção dos elementos
30.4.    Preparação dos actinídios
30.5.    Propriedades gerais
30.6.    Tório
30.7.    Protactínio
30.8.    Urânio
30.9.    Neptúnio, plutônio e amerício
30.10.    Os elementos actinídios posteriores
30.11.    Os elementos actinídios posteriores
30.12.    Novos elementos transurânico
30.13.    Leituras complementares
30.14.    Problemas


PARTE 5 - OUTROS TÓPICOS


Capítulo 31 - P Núcleo dos Átomos
31.1.    Estrutura do núcleo
31.2.    Forças no interior do núcleo
31.3.    Estabilidade e a relação entre nêutrons/prótons
31.4.    Tipos de decaimento
31.5.    Radiação gama
31.6.    Energia de ligação nuclear e estabilidade nuclear
31.7.    Decaimento alfa
31.8.    Leis do decaimento radioativo
31.9.    Reações nucleares induzidas
31.10.    Fissão nuclear
31.11.    A história do desenvolvimento da bomba atômica
31.12.    Usinas nucleares para a produção de energia elétrica
31.13.    Tipos de reatores em uso
31.14.    Fusão nuclear
31.15.    A origem dos elementos
31.16.    Algumas aplicações de isótopos radioativos
31.17.    Algumas unidades e definições
31.18.    Leituras complementares
31.19.    Problemas

Capítulo 32 - Espectros.
32.1.    Introdução
32.2.    Determinação dos termos do estado fundamental - regras de Hund
32.3.    Determinação dos termos usando as lacunas
32.4.    Determinação do número de microestados
32.5.    Espectros eletrônicos de complexos de metais de transição
32.6.    Desdobramento dos níveis de energia eletrônicos e estados expectroscópicos
32.7.    Espectros de íons d1 e d9
32.8.    Espectros de íons d2 e d8
32.9.    Espectros de íons d5
32.10.    Diagramas de Tanabe-Sugano
32.11.    Leituras complementares
32.12.    Problemas


APÊNDICES
A.    Abundância dos elementos na crosta terrestre
B.    Pontos de fusão dos elementos
C.    Pontos de ebulição dos elementos
D.    Densidade dos elementos sólidos e líquidos
E.    Configurações eletrônicas dos elementos
F.    Valores médios de algumas energias de ligação
G.    Solubilidade em água de compostos dos grupos representados
H.    Massas atômicas
I.    Valores de algumas constantes físicas
J.    Resistividade elétrica dos elementos
L.    50 produtos químicos mais produzidos nos Estados Unidos
M.    Produtos químicos inorgânicos produzidos em larga escala
N.    Minerais usados em larga escala
O.    Dureza dos minerais - escala de Mohs
P.    Livros-textos de referência

ÍNDICE ALFABÉTICO

Sinopse

Nesta tradução brasileira da última edição do Livro de Química Inorgânica do Prof. John D. Lee, o leitor encontrará uma obra completamente revisada e atualizada, mas que continua fiel aos mesmos princípios que a colocaram entre os textos didáticos mais recomendados e utilizados por professores e estudantes. O livro aborda de forma clara e concisa os tópicos mais relevantes da química inorgânica, apresentando conceitos teóricos e aspectos descritivos dos vários blocos de elementos da tabela periódica. É bem estruturado, com ampla bibliografia, fornecendo ainda informações importantes sobre a química nuclear e os aspectos eletrônicos. Uma qualidade a ser destacada, é a ênfase dada às aplicações comerciais dos produtos inorgânicos e á questão ambiental.

Sem dúvida, pela riqueza de conceitos e informações, o livro pode ser utilizado com segurança por alunos e profissionais de todas as áreas, proporcionando uma fundamentação geral bastante sólida. É um convite para conhecer a importância da Química Inorgânica no mundo moderno.

Ver maisVer menos

Depoimentos sobre o livro

Envie seu depoimento

Seja o primeiro a publicar um depoimento sobre o livro!