Relações de Objeto

Decio Gurfinkel

2017 — 1ª edição
Lançamento

R$ 120,00

Disponível em estoque

Sobre o Livro

ISBN: 9788521212171
Páginas: 568
Formato: 14 x 21 cm
Ano de Publicação: 2017
Peso: 0.610 kg

Conteúdo

“Manter teso o arco da conversa” Renato Mezan

Introdução

 

1. Da pulsão à relação de objeto

O pulsional e o relacional: dois “modelos” fundamentais

Várias psicanálises em uma?

Por uma epistemologia regional da psicanálise

Psicanálise freudiana, psicanálise depois de Freud

Afinal, quantos paradigmas?

E quais novos paradigmas?

O “efeito Winnicott”: virtudes e desvios

As relações de objeto e as matrizes clínicas... em Freud!

A “era das escolas” e a complexidade da psicanálise contemporânea

A dialética continuidade/transformação e o progresso da psicanálise

 

parte i

Fundações

 

2. Abraham: da ordem pré-genital à psicanálise do caráter

Uma ordem pré-genital

Nasce uma “psicanálise do caráter”

Caráter e teoria da libido: Abraham faz história

O estudo do caráter na era pós-freudiana

A psicanálise do caráter e as relações de objeto

Abraham: precursor das relações de objeto?

 

3. Ferenczi: a criança e o cuidado

O cuidado da criança: saúde e doença

A técnica em questão: frustração ou relaxamento?

A ética do infantil: uma revisão

O traumático na constituição psíquica e na situação analítica

A sexualidade infantil e a teoria pulsional em Ferenczi

A regressão em análise e as controvérsias sobre a técnica

A introjeção e a formação do Eu

Thalassa e a metapsicologia do princípio regressivo

Ferenczi, pioneiro das relações de objeto?

 

parte ii

O edifício

 

4. Balint: regressão e falha básica

De Budapeste a Londres: uma trajetória singular

A regressão: recapitulação e reenunciação

A falha básica: um conceito-chave

Balint e Ferenczi: uma herança direta

Winnicott e Ferenczi: heranças e paradoxos

O legado de Balint

 

5. Fairbairn e a busca de objeto

Uma trajetória excêntrica

Busca de prazer, busca de objeto

Reconstruindo a metapsicologia freudiana: teoria do desenvolvimento e psicopatologia

A “estrutura endopsíquica”: uma nova tópica

Fairbairn, Klein e Winnicott

Difusão em fogo lento

Isolamento e confrontação

O legado de Fairbairn

 

6. Winnicott e a transicionalidade

Da pediatria à psicanálise

A invenção da transicionalidade

Wulff: um contraponto inesperado

Transicionalidade e relações de objeto

“Clínica da dissociação”

Dissociação e psicose

Uma nova matriz clínica?

Psicopatologia e contexto relacional

Bate-se numa criança, agora com Winnicott!

O conceito de saúde

O viver e a criatividade

Saúde e cuidado: família, escola e sociedade

Winnicott: entre o si-mesmo e o encontro com o outro

O neto de Freud

 

parte iii

Debates

 

7. As pulsões revisitadas

A libido, o eu e o self

Winnicott e as pulsões: uma releitura

Excitação e trabalho de simbolização

O princípio regressivo, a pulsão de morte e a “solidão essencial”

Inato ou adquirido?

A etiologia da psicose: Bion e Winnicott

O “combate ao inatismo” e a pulsão de morte

 

8. Busca de objeto?

Balint critica Fairbairn: a busca de prazer subsiste!

Os “modelos mistos” e a psicanálise contemporânea

Winnicott critica Fairbairn: não desbancar Freud!

O debate prossegue

Um Fairbairn vivo e reciclado

Referências 

Sinopse

O pensamento das relações de objeto é, sem dúvida, uma das correntes mais marcantes da história da psicanálise. Este livro se propõe a destacar as “sementes” deste pensamento, que podemos localizar nas obras de Freud, Abraham e Ferenczi – sua “fundação” – e, em seguida, dedica-se a apresentar, de modo detalhado, as três principais obras que constituíram o seu “edifício” principal: os trabalhos de Balint, Fairbairn e Winnicott. O objetivo é oferecer ao leitor um vasto panorama sobre o assunto e proporcionar uma compreensão crítica da presença marcante deste pensamento na psicanálise de hoje, na qual, pode-se dizer, ele já faz parte da “água que bebemos”. Discussões controvertidas, como o estatuto do conceito de pulsão e a alternativa busca de prazer/busca de objeto, serão aqui retomadas.

Ver maisVer menos

Depoimentos sobre o livro

Envie seu depoimento

Seja o primeiro a publicar um depoimento sobre o livro!