Termodinâmica Amistosa para Engenheiros

Octave Levenspiel

2002 — 1ª edição

R$ 92,00

Disponível em estoque

Sobre o Livro

ISBN: 9788521203094
Páginas: 336
Formato: 17x24 cm
Ano de Publicação: 2002
Peso: 0.547 kg

Conteúdo

1 - Do Que Trata a Termodinâmica.


2 - Preliminares.
A. Sistema de Unidades
B. Peso Molecular e Mols
C. Propriedades das Substâncias Puras

3 - Primeira Lei da Termodinâmica.
A. Nomenclatura
B. Várias Formas da Primeira Lei

4 - Trabalho e Calor.
A. Trabalho
B. Calor

5 - Energia Potencial.
A. Gravidade Constante
B. Gravidade não-constante
C. Corpo Esférico com Densidade Constante

6 - Energia Cinética.
A. Movimento Linear não Muito Rápido
B. Movimento Rotacional não Muito Rápido 
C. Movimento Muito Rápido, Próximo à Velocidade da Luz

7 - Energia Interna U e Entalpia H.
A. Energia Interna
B. Entalpia, uma Medida Útil
C. Mais da Primeira Lei para Sistema em Batelada
D. Devemos usar H  ou U?
E. Estado Padrão para U e H

8 - U e H para Mudanças Físicas. 
A. U e H para Mudança de Temperatura
B. U e H para Mudança de Fase

9 - U e H em Sistemas com Reações Químicas ou Nucleares. 
A. Reações em Sistema a Volume Constante 
B. Reações em Sistema a Pressão Constante
C. Reações em Condições Padrão, 25°C e 1 atm
D. Reações Fora das Condições Padrão
E. Mais Reações Fora das Condições Padrão
F. U Devida à Alteração da Massa

10 - Reservas de Energia e seu Uso.
A. Uso Acumulado de Energia
B. Uso Atual de Energia
C. Reservas Mundiais de Energia
D. Energia dos Alimentos (Calor de Combustão)
E. Necessidade Humana de Energia
F. Armazenagem Humana de Energia

11 - O Gás Ideal e a Primeira Lei.
A. O Experimento de Joule
B. Equações para Mudanças em uma Batelada de Gás Ideal
C. Processos de Expansão e Compressão na Prática
D. Processos com Escoamento para Gases Ideais
E. Exemplos de Processos em Batelada com Gases  Ideais

12 - Fluidos de Engenharia.
A. Mistura de Gases Ideais
B. Substância Pura, de Sólido para Líquido e para Vapor
C. Dois Importantes Fluidos de Engenharia: Água e HFC-134a
D. Mistura de Fases e as Tabelas Termodinâmicas
E. Extensões para Outros Fluidos de Engenharia
F. Alta Pressão e Comportamento não-ideal de um Gás

13 - Escoamento em Regime Permanente.

14 - Sistemas com Fluxos em Regime Transiente.


15 - A Segunda Lei.
A. Medindo S 

16 - Gases Ideais e a Segunda Lei.
A. Processos a Volume Constante
B. Processos a Pressão Constante
C. Processos a Temperatura Constante
D. Processos Genéricos de P1, V1, T1 a P2, V2, T2.
E. Trabalho Reversível
F. Processso Reversível Adiabático (Q = 0, S = 0)

17 - Entropia e os Fluidos de Engenharia.
A. Entropia de Substâncias Puras
B. Regra das Fases de Gibbs.
C. Aplicações Simples da Entropia. 

18 - Trabalho e Calor.
A. Máquina Térmica de Carnot
B. Escala Kelvin de Temperatura
C. Bomba de Calor Ideal ou Reversível
D. Diagrama T-S para o  Ciclo de Carnot
E. Motores Térmicos não-ideais

19 - Exergia ou Disponibilidade.
A. Exergia de Sistemas de Batelada
B. Exergia de Sistemas Contínuos
C.Relação Entre Termos de Trabalho de Sistemas de Batelada e Contínuos

20 - Termodinâmica na Engenharia Mecânica.
A. Tipos de Máquinas
B. O Ciclo de Carnot
C. Ciclos G-L Práticos: O Ciclo de Rankine (Instalação Geradora de Energia)
D. O Ciclo de Refrigeração de Rankine 
E. Dispositivos a Gás de um Único Passe

21 - Equilíbrio de Fase.
A. Misturas Miscíveis
B. Misturas Imiscíveis
C. Sistemas Compostos

22 - Membranas, Energia Livre e Função Trabalho.
A. Energia Livre e Função Trabalho
B. Membranas Semipermeáveis
C. P de um Líquido em Equilíbrio Através de uma Membrana
D. Trabalho e Potência Osmótica
E. Lições da Termo

23 - Equilíbrio das Reações Químicas.
A. Reação de Gases
B. Reações Heterogêneas Envolvendo Gases, Líquidos, Sólidos e Soluções
C. Limitações da Termodinâmica e Truques para Fazer as 
Reações Acontecerem
D. As Criaturas Vivas e a Termodinâmica

24 - Entropia e Informação.
A. Informação em uma Simples Mensagem Sobre um Evento Banal
B. Informação Média por Afirmativa numa Mensagem Longa
C. Informação Total Contida em um  Dado Número de Mensagens sobre Eventos Independentes
D. Relacione Entropia com Informação
E. Sumário

25 - Medidas de Temperatura - Passado, Presente, e ...
A. Calibração Confusa
B. A Temperatura Atualmente
C. O Significado da Entropia e a Terceira Lei

APÊNDICE: Dimensões, Unidades, Conversões e Propriedades Termodinâmicas  da H2O E HFC - 134a.

ÍNDICE.   

 

Sinopse

O professor Levenspiel tem lecionado termodinâmica no ciclo básico de engenharia nos últimos 40 anos. Por ocasião do ENBEQ-2001, Encontro Brasileiro de Ensino de Engenharia Química, foi professor convidado e, após sua palestra, declarou que uma dificuldade no aprendizado de termodinâmica se deve à pouca motivação que os alunos tem pela disciplina. Relatou também seu sucesso em apresentar uma termodinâmica mais descontraída em sala de aula, sucesso este que o motivou a escrever seu "Understanding Engineering Thermo", em linguagem corrente e descontraída, cheio de ilustração bem humoradas, aplicando a termodinâmica à biologia, energia nuclear e á literatura.

Este livro foi adotado para o curso de engenharia química da Escola Politécnica desde 1999. O sucesso que  o professor Levenspiel teve em apresentar uma termodinâmica amistosa para seus alunos o motivou a escrever o livro, nosso sucesso em adotá-lo nos motivou a traduzi-lo. Tentamos na tradução ser fiéis ao espírito descontraído e bem humorado da obra, espírito este que permite ao professor uma postura de engenheiro experiente treinando jovens engenheiros a exercer bem sua profissão, quase como um artesão ensinando a seus aprendizes as artes de seu ofício, da observação do mundo e sua interpretação até a resolução de problemas realmente aplicados. Desejamos aos estudantes de termodinâmica que tenham prazer em dominar este instrumento fundamental para o exercício da engenharia. Para seus professores, desejamos que tenham prazer igual ao nosso em bem prepara-los para a profissão. 

Ver maisVer menos

Depoimentos sobre o livro

Envie seu depoimento

Seja o primeiro a publicar um depoimento sobre o livro!