Tomada de Decisão em Flexibilidade de Manufatura Para Gerenciamento de Riscos Operacionais no Processo Produtivo Industrial

Ualison Rébula de Oliveira

2010 — 1ª edição

Estoque esgotado

Fora de Catálogo

Sobre o Livro

ISBN: 9788561209872
Páginas: 268
Formato: 17x24 cm
Ano de Publicação: 2010
Peso: 0.522 kg

Conteúdo

 

1 - Introdução
1.1. Contextualização do problema
1.2. Relevância do tema
1.3. Objetivos da pesquisa
1.4. Direcionamento da pesquisa
1.5. Estrutura do trabalho

2 - Aspectos Metodológicos da Pesquisa
2.1. Tipo de pesquisa
2.2. Conjecturas da pesquisa
2.3. Informação sobre as empresas pesquisadas
2.4. Instrumento de coleta de dados
2.5. Tratamento e análise dos dados
2.6. Características e organização do referencial teórico
2.7. Delimitação da pesquisa e limitações do estudo

3 - Riscos e Incertezas no Ambiente Industrial
3.1. Riscos empresariais
3.2. Riscos operacionais
2.3. Riscos do ambiente setorial
3.3. Incertezas empresariais

4 - Gerenciamento de Riscos Operacionais
4.1. Definição e etapas do gerenciamento de riscos
4.2. Técnicas e abordagens para o gerenciamento de riscos

5 - Flexibilidade de Manufatura
5.1. Definição e histórico da flexibilidade de manufatura
5.2. Motivos pelos quais as empresas demandam flexibilidade
5.3. Dimensões, elementos, características e trade-offs
5.4. Flexibilidade de manufatura na cadeia de suprimentos
5.5. Flexibilidade de manufatura e a estratégia empresarial
5.6. Flexibilidade de manufatura e desempenho empresarial
5.7. Implementação da flexibilidade de manufatura

6 - Análise dos Resultados e Desenvolvimento da Matriz
6.1. Análise das incertezas, riscos e problemas na manufatura
6.2. Análise de flexibilidade de manufatura
6.3. Desenvolvimento da matriz de decisão com flexibilidade

7 - Considerações Finais da Pesquisa
7.1. Conclusões a respeito dos objetivos e conjecturas
7.2. Conclusões a respeito do referencial teórico
7.3. Conclusões a respeito dos aspectos metodológicos
7.4. Recomendações para empresas e para pesquisadores

Referências

 

Sinopse

Observa-se na indústria a ocorrência de várias intempéries que afetam direta e indiretamente seus processos produtivos, tais como a quebra de equipamentos, o atraso de fornecedores, a volatilidade da previsão de vendas, entre outras situações indesejáveis. Muitos desses problemas, que no passado poderiam ter sido contidos, se desenvolveram em função da falta de uma atuação preventiva da área de Gerenciamento de Riscos Operacionais. Nesse contexto, surge a Flexibilidade de Manufatura como uma ferramenta capaz de atuar na mitigação dos riscos e na minimização dos problemas do dia-a-dia em empresas do setor industrial, motivação para a consecução da presente obra.

Ver maisVer menos

Depoimentos sobre o livro

Envie seu depoimento

Seja o primeiro a publicar um depoimento sobre o livro!