Habitar em Risco

Mobilidade e Vulnerabilidade na Experiência Metropolitana

Eduardo Marandola Jr.

2014 — 1ª edição

R$ 73,00

Disponível em estoque

Sobre o Livro

ISBN: 9788521208471
Páginas: 248
Formato: 17 x 24 cm
Ano de Publicação: 2014
Peso: 0.415 kg

Conteúdo

APRESENTAÇÃO 
PARA PENSAR OS RISCOS CONTEMPORÂNEOS 

I GEOGRAFIA DOS RISCOS
1 O tempo da incerteza e da vulnerabilidade 
1.1 A busca pela certeza no pensamento geográfico 
1.2 A liquidez moderna e as territorialidades 
2 Das incertezas da natureza à insegurança social 
2.1 Perigos naturais, desastres e percepção dos riscos 
2.2 Sociedade de risco e modernidade líquida 
2.3 Vulnerabilidade do lugar 
3 Fenomenologia geográfica dos riscos e perigos 
3.1 O sentido ontológico do habitar 
3.2 Experiência dos riscos e perigos 

II MOBILIDADES E PERMANÊNCIAS 
4 A região e a metrópole na perspectiva da experiência 
5 Mobilidade e espaço de vida na metrópole 
6 A fluidez da casa e do bairro
6.1 Casa e bairro: lugares do ser-no-mundo 
6.2 Formas de habitar ideal e espaços de vida 

III HABITAR A METRÓPOLE 
7 A microrregião e as possibilidades do habitar 
7. 1 Morfologia da experiência metropolitana 
8 Vulnerabilidade existencial entre mobilidades e permanências 
8.1 Casulo protetor e mundo circundante 
8.2 Mobilidade e multiterritorialidade 
8.3 A cidade da modernidade líquida 

DO HABITAR AO PENSAR 
BIBLIOGRAFIA 
APÊNDICES 
Sobre a metodologia 
Fenomenologia geográfica: caminhos da pesquisa 
Implicações epistemológicas e metodológicas
Procedimentos de pesquisa 
Cadernos de mapas 
Caderno de fotos 
Sobre o autor 
 

Sinopse

Entender a vida nas metrópoles continua sendo um grande desafio. Nos dias de hoje um sem-número de problemas cercam a vida das pessoas nestas aglomerações urbanas, e a casa, que antes era um refúgio para muitos, passa a ser apenas mais um dos contextos nos quais vivemos com medo. Viver na metrópole, portanto, é conviver com muitas incertezas e vulnerabilidades. Ampliamos nossas experiências da metrópole para além da casa e do trabalho, o que nos coloca em situações inesperadas a cada momento, em cada lugar pelo qual passamos. Este livro, originalmente apresentado como tese de doutorado sob orientação do professor Daniel Hogan, busca explorar e compreender algumas das interfaces que permeiam as (in)certezas que temos no nosso dia a dia na metrópole. Através de uma perspectiva da experiência vivida de base fenomenológica, analisa não apenas o local de moradia, mas o complexo tecido estendido do habitar urbano no contexto da mobilidade metropolitana. Mobilidade urbana é uma das grandes preocupações sociais e políticas dos últimos anos e a sua compreensão não pode se limitar ao físico, ao material, ao perceptível aos olhos. Muito além, mover-se na cidade é parte do ser. Assim, intencionalmente numa busca de integração interdisciplinar e multidimensional, o livro e a produção científica de seu autor são recomendados para todos aqueles que procuram entender a cidade, o urbano e o metropolitano. Talvez até para entender um pouco mais de si mesmo.

Ver maisVer menos

Depoimentos sobre o livro

Envie seu depoimento

Seja o primeiro a publicar um depoimento sobre o livro!