Ação do Vento - Em estruturas esbeltas com efeito geométrico

Alexandre de Macêdo Wahrhaftig

2013 — 1ª edição

Estoque esgotado

Fora de Catálogo

Sobre o Livro

ISBN: 9788580390834
Páginas: 352
Formato: 15,5x23,5 cm
Ano de Publicação: 2013
Peso: 0.613 kg

Conteúdo

1. INTRODUÇÃO 
2. TEMA E RELEVÂNCIA 
3. RIGIDEZ GEOMÉTRICA E ASPECTOS DA ESTABILIDADE ESTRUTURAL  
4. PROPOSTA PARA O CÁLCULO DA FREQUÊNCIA NATURAL DE VIBRAÇÃO SOB NÃO-LINEARIDADE GEOMÉTRICA
5. INVESTIGAÇÃO EXPERIMENTAL EM MODELOS 
   5.1 Instrumentos e sistemas empregados  
   5.2 Características dos sensores  
   5.3 O sistema de aquisição de dados  
   5.4 Esquema estrutural  
   5.5 Corpos-de-prova  
   5.6 Descrição dos ensaios  
   5.7 Análise dos resultados  
   5.8 Resumo  
6. AÇÃO DO VENTO SEGUNDO A NBR 6123/88  
   6.1 Forças estáticas devidas ao vento  
   6.2 Resposta dinâmica pelo modelo contínuo simplificado  
   6.3 Modelo discreto  
7. INVESTIGAÇÃO EM ESTRUTURAS REAIS 
   7.1 Estrutura 1 - Poste metálico de 48 m  
   7.2 Estrutura 2 - Poste metálico de 60,80 m  
   7.3 Estrutura 3 - Poste de concreto armado de 40 m  
   7.4 Estrutura 4 - Poste de Concreto armado de 46 m  
   7.5 Estrutura 5 - Poste metálico de 30 m 
   7.6 Resumo 
CONCLUSÕES 
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 
ANEXO A 

Sinopse

Construções esbeltas são estruturas sensíveis aos efeitos da não-linearidade geométrica. A consideração não-linear na dinâmica estrutural afeta diretamente a determinação das freqüências e à maneira como a estrutura responde a um
carregamento dinâmico. A introdução da não-linearidade geométrica na dinâmica das estruturas pode ser feito convenientemente por meio do conceito de rigidez geométrica, que é uma consideração não-linear, já que depende
do estado de tensões interno na estrutura.
O objetivo deste trabalho, portanto, é o de investigar a influência da rigidez geométrica no comportamento dinâmico de estruturas esbeltas sob ação de vento e estabelecer um método simplificado de cálculo para a determinação
da freqüência fundamental que leve em conta, diretamente, a presença da não-linearidade geométrica. 
Para isso, é proposta uma expressão para a obtenção da freqüência do primeiro modo de vibração e são desenvolvidas atividades experimentais e análises numéricas que
permitem avaliar o efeito da rigidez geométrica nas
freqüências naturais de vibração de qualquer sistema estrutural que possa ser associados a barras simplesmente engastadas.

Ver maisVer menos

Depoimentos sobre o livro

Envie seu depoimento

Seja o primeiro a publicar um depoimento sobre o livro!